Browse By

O melhor de Viver a Vida é… a vida!

Não vou falar de meu amor e ódio com Viver a Vida, mesmo porque estou vivendo uma fase de amor. A novela melhorou e os capítulos estão bem menos irritantes. O assunto é outro.

Para mim desde sempre o melhor de Viver a Vida são os depoimentos.

Muitos criticaram quando Maneco voltou a fazer uso desse recurso, que marcou época em Págians da Vida. Eu vibrei.

É meu tapa na cara diário, o meu “levanta, sacode a poeira e dá a volta por cima”.

A vida é feita de altos e baixos, porém muitas vezes os nossos baixos são tão pequenos quando comparados aos de outras pessoas que nos sentimos uma mosquinha no momento em que somos confrontados com essa realidade.

Ontem mais uma vez um depoimento mexeu comigo, o de Rui Nuno.

Um homem lindo de viver, modelo, que, por conta de um grave acidente no clube onde praticava esportes, ficou tetraplégico e depende de uma máquina para respirar.

Isso, por si só, já era um tapa. Um belo tapa. Ontem me senti em meio a uma luta livre.

Ao final do depoimento, após dizer que ficou tempos trancado dentro de casa por conta de sua nova situação, ele saiu de seu “novo mundo” e enfrentou a realidade.

Hoje ajuda outras pessoas e…. bem, ele disse que quer ver o brilho nos olhos de cada uma delas.

Preciso dizer mais alguma coisa? Deus te abençoe e abençoe também esse momento sagrado de minhas noites e as pessoas que participam ou que são tocadas por essas mensagens de vida.

14 thoughts on “O melhor de Viver a Vida é… a vida!”

  1. Rabybe says:

    Assino em baixo e carimbo! Disse tudo Endrigo.

    Não apenas levamos tapas na cara, mas sim socos que vamos parar do outro lado da rua! Esses depoimentos são muito tocantes e servem de lição para pessoas que reclamam de nada, imagine uma pessoa que está triste vê um depoimento daquele imagina como o seu problema é pequeno!

    Ponto para Viver a Vida!

  2. Lucille Dean says:

    Realmente alguns dos depoimentos são um tapa na cara. Outros, nem sei porque estão lá, não desmerecendo o caso, porque afinal de contas, todos temos as nossas pedras pelo caminho e somos obrigados a transpo-las para continuar vivendo. Mas, alguns depoimentos não são pedras, são montanhas na vida de muitos e, é aí que está a lição a ser tomada e aprendida. Esse rapaz da foto é um depoimento especial, realmente de superação. Outro foi daquela senhora que teve um menino com problemas na coluna e no final do depoimento o menino apareceu ocupou a cena literalmente, chorei.

  3. Anonymous says:

    Ai, ai…
    Essa do Flávio Ricco a gente tem que dar um pouco de atenção! rsrs

    "Registro histórico
    Ontem, das 2h06 às 4h58, a TV Globo ficou fora do ar em manutenção técnica. No vídeo, barras coloridas e 1000 ciclos – sinal de teste, áudio e vídeo.

    Ainda assim, de acordo com números do Ibope, marcou 1,2 de média, com picos de 5,6. Segundo lugar no horário.

    Para se ter uma ideia melhor, 1,2 dá um total de quase 200 mil telespectadores só na Grande São Paulo.

    Esse pessoal parece que não sei."

  4. Anonymous says:

    UMA PERGUNTA, QUAL O MOTIVO DO DOURADO NAO GANHAR, JÁ LI AQUILO E N VI MOTIVOS PRA NAO GANHAR

  5. sebastian says:

    Tambem acho que o melhor de "viver a vida" são os depoimentos no final,porque a trama está cada dia pior.

  6. Gui says:

    Os depoimentos sempre mechem com o que estamos fazendo e o que esperamos de nossas vidas…momentos de reflexão mesmo!!!!Viver a Vida tem nestes depoimentos uns dos pontos altos da trama.Valeu Endrigo!

  7. DJ DEDECO says:

    Caminho árduo para mim é aquele percorrido por milhões de brasileiros, profissionais da saúde, professores da rede pública (aliás, todos os professores), carteiros, lixeiros e tantos outros trabalhadores incansáveis que, diariamente, passam horas exercendo suas funções com dedicação, competência e amor e quase sempre são mal remunerados..

    Heróis são milhares de brasileiros que sequer tem um prato de comida por dia e um colchão decente para dormir, e conseguem sobreviver a isso todo santo dia.

    Heróis são crianças e adultos que lutam contra doenças complicadíssimas porque não tiveram chance de ter uma vida mais saudável e digna.

    Heróis são inúmeras pessoas, entidades sociais e beneficentes, ONGs, voluntários, igrejas e hospitais que se dedicam ao cuidado de carentes, doentes e necessitados (vamos lembrar de nossa eterna heroína Zilda Arns).

    Heróis são aqueles que, apesar de ganharem um salário mínimo, pagam suas contas, restando apenas dezesseis reais para alimentação, como mostrado em outra reportagem apresentada meses atrás pela própria Rede Globo.

    O Big Brother Brasil não é um programa cultural, nem educativo, não acrescenta informações e conhecimentos intelectuais aos telespectadores, nem aos participantes, e não há qualquer outro estímulo como, por exemplo, o incentivo ao esporte, à música, à criatividade ou ao ensino de conceitos como valor, ética, trabalho e moral. São apenas pessoas que se prestam a comer, beber, tomar sol, fofocar, dormir e agir estupidamente para que, ao final do programa, o escolhido receba um milhão e meio de reais. E ai vem algum psicólogo de vanguarda e me diz que o BBB ajuda a "entender o comportamento humano". Ah, tenha dó!!!

    Veja o que está por de tra$$$$$$$$$$$$$$$$ do BBB: José Neumani da Rádio Jovem Pan, fez um cálculo de que se vinte e nove milhões de pessoas ligarem a cada paredão, com o custo da ligação a trinta centavos, a Rede Globo e a Telefônica arrecadam oito milhões e setecentos mil reais. Eu vou repetir: oito milhões e setecentos mil reais a cada paredão.

    Já imaginaram quanto poderia ser feito com essa quantia se fosse dedicada a programas de inclusão social, moradia, alimentação, ensino e saúde de muitos brasileiros?

    (Poderia ser feito mais de 520 casas populares; ou comprar mais de 5.000 computadores )

    Essas palavras não são de revolta ou protesto, mas de vergonha e indignação, por ver tamanha aberração ter milhões de telespectadores.

    Em vez de assistir ao BBB, que tal ler um livro, um artigo de Jabor, um poema de Mário Quintana ou de Neruda ou qualquer outra coisa.., ir ao cinema…, estudar… , ouvir boa música…, cuidar das flores e jardins… , telefonar para um amigo… , visitar os avós… , pescar…, brincar com as crianças.. , namorar… ou simplesmente dormir. Assistir ao BBB é ajudar a Globo a ganhar rios de dinheiro e destruir o que ainda resta dos valores sobre os quais foi construído nossa sociedade.

    Faça sua parte !!!

    Autor: Desconhecido.

  8. DJ DEDECO says:

    BBB 10: O FIM DA PICADA…

    Que me perdoem os ávidos telespectadores do Big Brother Brasil (BBB), produzido e organizado pela nossa distinta Rede Globo, mas conseguimos chegar ao fundo do poço. A décima (está indo longe) edição do BBB é uma síntese do que há de pior na TV brasileira. Chega a ser difícil encontrar as palavras adequadas para qualificar tamanho atentado à nossa modesta inteligência.

    Dizem que Roma, um dos maiores impérios que o mundo conheceu, teve seu fim marcado pela depravação dos valores morais do seu povo, principalmente pela banalização do sexo. O BBB 10 é a pura e suprema banalização do sexo. Impossível assistir ver este programa ao lado dos filhos. Gays, lésbicas, heteros… todos na mesma casa, a casa dos heróis, como são chamados por Pedro Bial. Não tenho nada contra gays, acho que cada um faz da vida o que quer, mas sou contra safadeza ao vivo na TV, seja entre homossexuais ou heterosexuais. O BBB 10 é a realidade em busca do IBOPE: é putaria ao vivo!!!

    Veja como Pedro Bial tratou os participantes do BBB 10. Ele prometeu um zoológico humano divertido . Não sei se será divertido, mas parece bem variado na sua mistura de clichês e figuras típicas.

    Se entendi corretamente as apresentações, são 15 os animais do zoológico: o judeu tarado, o gay afeminado, a dentista gostosa, o negro com suingue, a nerd tímida, a gostosa com bundão, a não sou piranha mas não sou santa, o modelo Mr. Maringá, a nordestina sorridente, a lésbica convicta, a DJ intelectual, o carioca marrento, o maquiador drag-queen e a PM que gosta de apanhar (essa é para acabar!!!).

    Pergunto-me, por exemplo, como um jornalista, documentarista e escritor como Pedro Bial que, faça-se justiça, cobriu a Queda do Muro de Berlim, se submete a ser apresentador de um programa desse nível. Em um e-mail que recebi há pouco tempo, Bial escreve maravilhosamente bem sobre a perda do humorista Bussunda referindo-se à pena de se morrer tão cedo. Eu gostaria de perguntar se ele não pensa que esse programa é a morte da cultura, de valores e princípios, da moral, da ética e da dignidade.

    Outro dia, durante o intervalo de uma programação da Globo, um outro repórter acéfalo do BBB disse que, para ganhar o prêmio de um milhão e meio de reais, um Big Brother tem um caminho árduo pela frente, chamando-os de heróis. Caminho árduo? Heróis? São esses nossos exemplos de heróis?

  9. Danilo Mendes says:

    Ai, é de arrepiar!!! O melhor que Maneco fez em suas duas últimas novelas foi mostrar a vida. Quantas vezes ficamos com aquela lamúria de infelicidade se colocando como vítimas de situações tão pequenas e ai a novela vem e nos mostra através da vida real como é fácil ser feliz: é só dar valor a sua vida, simples assim. Procurar a felicidade e não más coisas para ficar se sentindo um coitado. Vá a luta.

  10. MARCELLO says:

    Pra mim a trama continua um saco, o nucleo negro é forçadissimo, Tais araujo nunca esteve tão pouco a vontade em um papel, Tiago Lacerda como sempre com cara de paisagem, agora fazendo um adolescente indeciso as respeito de chegar em seu pai, o que é ridiculo para um ator na sua faixa de idade…rsrs..salva-se os depoimentos, pra quem gosta é claro, Matheus Solano, Aline Moraes e Bárbara Pas que nessa novela se mostra uma verdadeira atriz e que tem muito a render agora como global. Mais no balanço geral, a novela é fraquinha, e a globo agradece a concorrencia, que nunca sabe tirar proveito de seus momentos não tão bons.

  11. Maria Guilhermina says:

    Tem dias que o capítulo da novela realmente não vale a pena, mas paro, presto atenção, nos depoimentos. São verdadeiras histórias de superação, em vários níveis, mas são sem dúvida, uma tapa na cara de muita gente. Na sua maioria, comoventes, tristes, que nos fazem pensar e muito nas nossas atitudes.

  12. @doisclicks says:

    o que se leva da vida é a vida que se leva

  13. bbsince1981 says:

    Acho esse bbb uma porcaria!
    N assisto mesmo. To fora. Prefiro mesmo ler livros… ficar na net… ou outra coisa qualquer, menos esse atestado de burrice.

    VIVER A VIDA está melhor mesmo, nem reclamo mais da novela.
    Agora vem cá! Se pra vcs o que salva na novela são os depoimentos ao final de cada capítulo, melhor pedirem ao Manoel Carlos que faça um documentário com o título "VENCENDO A VIDA", ou coisa parecida.

  14. Ismael says:

    Sem duvida Endrigo, viver a vida vale por essas provas de superação de pessoas q mostram que quem tem vontade de viver sem duvida consegue viver a vida!
    Abraço,
    Ismael

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *