Browse By

Ponto de Vista: Viver a Vida… a vida dos outros

* por Emanuelle Najjar

Para começar esse texto, vou logo admitindo: sou fã de Manoel Carlos. Gosto da sua forma de retratar histórias e sutilezas do cotidiano, embora suas fórmulas possam soar repetitivas.

Viver a Vida tem todos os ingredientes típicos de uma novela sua: Helenas, Leblon, depoimentos sobre superação, merchandising social, e romance, muito romance caliente ou não.

Apesar de todos os elementos aparentemente insuperáveis, sua trama não surte o mesmo efeito. A novela, que passa 99% no banquinho-e-violão (se é que você me entende) tem seus pontos altos nos momentos do créu na velocidade cinco. Ou seja: nos conflitos, transgressões e desgraças de nossos personagens queridos.

Chatos não faltam: uma grande parte do pessoal do hospital, das amigas da Helena, da família da Helena, a mãe do Bruno, a Renatinha… gente que poderia fazer uma longa viagem com passagem só de ida. O problema é que esses malas sem alça precisam permanecer, afinal tem que haver as cenas de encheção de lingüiça entre um duelo de titãs, adultério e mimimis dos que realmente valem a pena.

Os bons são poucos, mas quando aparecem, valem por uma equipe inteira. Não é o melhor trabalho do Maneco, com certeza, mas tem os seus bons momentos. Não é algo que se assiste pela trama em geral, mas por poucos personagens queridos. Assistimos para ver a Tereza duelando com Ingrid na defesa da felicidade de seus rebentos, para ver Helena peitando o (ex) marido ao querer ser independente, ou assistir o amor de Luciana e Miguel desabrochar, as maldades de Rafaela… pequenas grandes ocasiões.

Algumas novelas, quando terminam deixam órfãos de uma trama. Viver a Vida deixará órfãos de personagens como Rafaela, Dora, Maradona, Tereza, Miguel, Luciana, Isabel e mais uma pequena lista.

A história mesmo… bom, deixa pra lá. A vida tem mesmo dessas coisas.
___________________________________________________

* Perfil: Emanuelle Najjar – Jornalista, formada pela FATEA em 2008, pesquisadora da área de telenovelas. Editora do Limão em Limonada (limaoemlimonada.com.br)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *