Browse By

Coisas da Vida: Ser homossexual é opção?

Achei muito humana a edição desta terça-feira do Profissão Repórter, programa que consegue fazer diferente mesmo quando aborda um tema tão “manjado” quanto a homossexualidade.

Escrevi entre aspas porque, apesar de batido, o tema é frequente e necessário. A sociedade continua preconceituosa e hipócrita.

Eu não consigo entender o que eu, você ou o fulano tem a ver com a vida sexual de um outro alguém. Assim como não compreendo porque as pessoas adoram saber da vida amorosa dos famosos mas critica quem fica fofocando sobre a sua.

É hipocrisia.

Mas uma coisa ontem chamou a atenção no programa: uma mulher de uma creche disse que cada um tinha uma opção.

Opção? Não.

Eu por exemplo não escolho não me identificar com maçã, pêra ou melão. Gosto de pêssegos, bananas, melancia.

Não como as demais porque não gosto, nem finjo gostar para agradar uma outra pessoa.

Opção é você poder escolher entre um bolo de chocolate e outro de nozes, sendo que você gosta dos dois. Bissexualidade seria isso, optar pelo sexo que você se identifica naquele momento.

Mas uma coisa eu tenho certeza: como disse um dos rapazes entrevistados, muita gente iria preferir sim ter a opção de escolher entre ser homem ou mulher, seria realmente muito mais fácil viver.

E o fácil é o melhor? Nem sempre.

Assim como é difícil, muito difícil, as pessoas cuidarem de sua própria vida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *