Browse By

“Joia Rara”: Trama anda em círculos na reta final

Adoro Joia Rara, mas uma coisa é preciso reconhecer: as autoras adoram sequestro e fuga.
Foi assim em Cordel Encantado e, agora, a história se repete. Manfred já fugiu trezentas vezes da polícia e do hospital e sequestrou Amélia o mesmo tanto de vezes.
Isso expõe mais uma vez algo que deve ser levado em consideração pela Globo: histórias muito longas não fazem mais sentido.
No ar desde setembro, Joia deixa claro que devia ter saído de cena há pelo menos um mês.
Thelma e Duca, cabe frisar, merecem reconhecimento por esse trabalho e tem como problema a longa duração.
Diferente de Manoel Carlos que mal estreou Em Família e já encontramos barriga logo nas primeiras semanas.
Oh céus, oh vida, oh inferno, oh azar…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *