Browse By

“O Rebu” é um grande fiasco e extremamente mal planejada

O Rebu é um abacaxi que a Globo está tendo que descascar. 
Apesar das muitas qualidades, a novela peca por não ser popular. Também não é linear.
Deveriam ter dado a oportunidade de o telespectador conhecer um pouco o Bruno antes de matá-lo. Dessa forma, o público teria criado identidade com ele.
Como se interessar pelas investigações da morte de uma pessoa que você nem teve tempo de criar certo apego?
Sendo assim, é uma trama como shows de diversos atores, especialmente da sempre boa Cássia Kiss, mas vai sair do ar em situação ainda pior que a de Saramandaia.
O Rebu só tem uma média mais significativa por ser beneficiada por ir ao ar após Império às segundas, mas ainda assim derruba a Tela Quente.
Se tivesse sido desenvolvida como série, a Globo teria ganho muito mais…

One thought on ““O Rebu” é um grande fiasco e extremamente mal planejada”

  1. Wander Veroni Maia says:

    Oi Endrigo!

    Longe de ser do contra, mas eu sempre interpretei esse remake de "O Rebu" como série, apesar da Globo vendê-la como novela. A linguagem é toda de série, não tem nada de novela aí!

    E acho que até o número de capítulos reduzidos, 36 senão me engano, foi pensado nessa linha condutora de contar uma trama tão complexa em apenas um dia, sem a obrigação de ser linear. Eu assisto na Globo.Com…tirando segunda-feira que passa depois da novela das 9, nos outros é exibido muito tarde.

    Infelizmente, a TV aberta chegou num ponto que quando o telespectador é desafiado a "ir além da caixa" não dá audiência ou passa muito tarde.

    "O Rebu" tem um texto inteligente, provocativo e é uma série que me faz lembrar muito Revenge por falar dos podres da alta sociedade. Se a Globo assumisse o produto mesmo como uma série, eu torceria muito por uma segunda temporada e o plot seria como o marido da Angela, os filhos e a governanta, mãe da Duda, morreram.

    Nada me tira da cabeça que foi o Braga que os matou e por isso que a Angela preparou o dossiê, não porque ela é alguém que não participaria de um ato de corrupção com obras do Governo, mas sim por vingança. Está faltando programas assim na TV aberta, que desafiam o público, que coloque o povo para pensar….e espero que a série "Dupla Identidade" consiga manter o nível sem ser popularesca e óbvia.

    Abraço,

    http://www.cafecomnoticias.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *