Browse By

Barrigada atrás de barrigada no jornalismo televisivo

Dias atrás, Patrícia Kogut publicou que Rafinha Bastos estava fora da Band.
Poucas horas depois, o link fora excluído pela jornalista.
Ontem, Léo Dias soltou a bomba: Datena foi dispensado pela Band.
Tudo negado nesta segunda, com direito a Datena mais uma vez soltando os cachorros em Luiz Bacci.
Há um bom tempo tenho pregado o seguinte: não dá para acreditar em tudo o que escrevem.
Achismo virou sinônimo de jornalismo. Por cliques, vale de um tudo.
Téo Pereira não era mera ficção. Aguinaldo Silva estava cutucando meio mundo com o personagem.
Mas mais vale um Aguinaldo que vomita tudo o que pensa numa rede social que gente que se passa.
Agora, deletar notas e fingir que o erro não existiu? Ridículo.
Por essas e outras também sempre repito: acredito em Lauro Jardim, que não é especialista em televisão e, apesar de postar pouco sobre o assunto, não vive dando fora como os outros. 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *