Browse By

“Tá no Ar” é um pouco do que a Globo deveria ser no geral

Não vi a temporada 2015 do Tá no Ar por motivo de… não ando muito interessado em TV.
Vejo um pouco disso, outro pouco daquilo. E pronto.
Mas assisti ao episódio final. Sensacional Fagundes como Menudo.
Melhor ainda a Globo abrindo espaço para artistas de outros canais, como Silvio, Hebe… e Chaves!
E o grande destaque a um clipe com sátira da música da Xuxa?
Se a Globo no geral fechar as portas para a loira, o Tá no Ar em algumas ocasiões não seguiu o mesmo caminho.
Mas é uma pena que Jõ não possa chamar astros da concorrência. E que as menções não passem de beijos de Ana Maria ou Faustão em aniversários.
Uma coisa é certa: essa edição final do Tá no Ar entra para os anais da TV.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *