Browse By

A Regra do Jogo: Juliano deveria receber o salário do Dante

Até hoje, Dante praticamente não descobriu nada sozinho em A regra do jogo. Tudo o que ele desvendou foi graças às interferências precisas de Juliano. O desacreditado Juliano, que além de tudo ainda tem que provar que está certo e sempre está.
Dante foi muito mal escrito. Ter uma falha ou outra como policial é normal, em qualquer área os profissionais erram, mas da forma que o João Emanuel Carneiro o construiu fica difícil de acreditar que alguém da polícia agiria assim. Ele é de uma inoperância total. Não enxerga nada se alguém não apontar. E esse alguém na maioria das vezes é o Juliano, por isso, defendo a tese de que ele é quem deveria receber o salário de policial que o Dante ganha.
Vamos à lista do que o Juliano descobriu no lugar do Dante: descobriu quem realmente era o médico da Belisa e da Nelita, mostrou onde era o esconderijo da facção, descobriu que havia um traficante infiltrado na creche da Tóia, encontrou  o cativeiro da Kiki e por aí vai. Mas mesmo assim o sábio Dante ainda tem certa resistência quanto ao Juliano. Vamos ver se ele acorda antes da novela acabar!Fico por aqui. Abraços e até a próxima.
* por Gilmar Moraes

3 thoughts on “A Regra do Jogo: Juliano deveria receber o salário do Dante”

  1. Lucille Moreira says:

    Concordo que pode ter sido um erro da personagem pelo autor. Colocar o Dante justamente no ninho das cobras. O Dante está na casa do 'PAI' (facção), tinha como tio o Orlando, o número 2 da facção (falecido) e o pai dele é simplesmente o Romero. Digamos que tanto autor como a personagem ficaram num beco sem saída!
    Aliás, estou achando a novela num beco sem saída! Tá difícil de assistir.

    1. Gilmar Jm says:

      Realmente ele não se encontra em uma posição muito favorável, mas acho que mesmo assim daria para ser um pouco mais esperto.

  2. João Rodrigues says:

    Na realidade o dante seria afastado do caso.Caso contrário ele sofreria processo administrativo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *