Browse By

Todos os elogios ainda são poucos para Andreia Horta

Qual o personagem ruim ou mais ou menos de Andreia Horta? Nenhum.
Em qualquer papel, a atriz sempre dá um banho de atuação. A acompanho desde a minissérie JK, depois Alta Estação, na Record, e sempre dá show.
Em Liberdade, Liberdade, não foi diferente. Joaquina carregava o mundo nas costas, e isso era evidente na expressão corporal da artista, que não limitava sua atuação ao rosto.

O final da novela, aliás, foi surpreendente. Todo mundo sabia que Rubião iria morrer, mas aguardávamos que Joaquina fizesse isso. Nem ela contava com a astúcia/loucura de Anita.
Repito o que já disse: me arrependi por não ver a íntegra. Liberdade, Liberdade chegou ao fim como um dos melhores trabalhos da Globo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *