Browse By

Confira o resumo de Os Dez Mandamentos de 28 de maio a 01 de junho de 2018

Saiba todos os destaques dos capítulos de Os Dez Mandamentos no resumo de 28 de maio a 01 de junho de 2018

capitulo 025, segunda-feira, 28 de maio – Aoliabe desabafa com a irmã, diz que não se conforma com o noivado de Zur com Jaque. Balaque está encantado com a beleza de Betânia. Ela dissolve o preparado no vinho conforme orientação de Balaão. Tales e Dumá ouvem Abirão, Corá e Datã delirando com as ervas atrás da tenda. Moisés discursa no noivado de Ana e Josué e de Zur e Jaque e todos se emocionam. Transtornada, Ada se recusa a ir ao noivado. Betânia, sob efeito da poção, seduz Balaque e os dois se beijam. Moisés diz a Zur que está dando um voto de confiança, assim como Jetro lhe deu um dia.

Zur finge emoção. Bezalel flagra Leila e Gahiji se beijando no galpão , mas sai sem ser visto. Betânia chora depois de se entregar ao rei. Talita cuida das feridas de Adira, que chora em silêncio. Betânia se despede dos sobrinhos na presença de Elda. Abner está revoltado e não aceita ficar. Elda fica com ciúmes ao perceber que Balaque trata Betânia com admiração. Balaão sorri, satisfeito. Betânia se despede dos sobrinhos e Abner a chama de traidora e acusa a tia de ter se casado com o homem que matou seu pai para espanto de todos.

Balaque diz que a acusação é absurda. Balaão tenta consertar, diz que se trata apenas de uma criança. Abner o enfrente, diz que o rei destruiu sua família e Betânia manda que ele se cale, pois teme pela vida do sobrinho. Balaque manda que eles sejam retirados e Abner rejeita se despedir da tia. Emma diz a Abner que Betânia não merecia isso e o menino se arrepende. Noemi e Yarin trocam olhares com Calebe e seu irmão Quenaz. Tales implica com Abirão na obra. Bezalel conta a Deborah que viu Gahiji e sua mãe aos beijos. Ela pergunta se ele está com ciúmes e Bezalel nega.

Leila fica desconfiada quando o filho a trata com indiferença. Balaão provoca Elda e diz que o sucessor do trono pode ser um sobrinho de Moisés, já que ela não deu mais filhos ao rei. Siloé cuida das feridas de Natan. Oren diz ao rei Seom que vai a Moabe para buscar informações. Dorcas conta a Adira que a admira por ser a única escrava de Rishon que não cedeu às investidas. Joquebede, Zípora e Inês falam animadas sobre os casamentos. Miriã disfarça a tristeza. Zur se empolga no beijo e Jaque o empurra, diz que eles devem esperar o casamento.

Dumá conta a Libna que Datã, Corá, e Abirão estavam bebedando e falando coisas estranhas. Ela diz que vai tirar satisfação com o marido. Haya pede que Abner nunca a deixe sozinha. O menino diz que eles deveriam ter fugido enquanto havia tempo. Emma chega e conta que eles serão levados para Cidade de Mispa, que é o lugar onde os filhos dos nobres são enviados para estudar. Abiú tenta puxar papo sobre os sentimentos de Joana, mas é interrompido por Radina. Oren se aproxima de um grupo que está negociando escravos e descreve Adira. Ele explica que o rei está a procura dela. Leila pergunta a Deborah porque Bezalel está diferente. Deborah conta que o marido a flagrou beijando Gahiji.

Bezalel procura Chibale e conta sobre Leila e Gahiji. Moisés escreve nas tabuletas e seus filhos conseguem ler algumas palavras. Os meninos pedem para ver todos os escritos. Moisés abre o baú e se preocupa com o sumiço de algumas tabuletas. Bezalel e Chibale discutem cada um defendendo seus pais. Simut repreende os dois. Eles combinam que vão esperar para ver até quando o segredo será mantido. Moisés pergunta a todos de sua família sobre suas tabuletas. O mercador conta a Rishon que o rei está procurando por Adira e por isso ele deve pagar mais por ela ou o general saberá onde a moça está.

Gerson e Eliezer contam a Jaque que as tabuletas de Moisés sumiram. Zur escuta e fica assustado. Josué e Ana passeiam. Joana percebe Arão se aproximar e tenta puxar assunto. Abiú irônico diz que eles formam um belo casal: o Sumo Sacerdote e a revoltada com Deus. Arão repreende Abiú. Ele diz que só vai se calar depois que Joana admitir que está apaixonada por seu pai.

capitulo 026, terça-feira, 29 de maio – Joana diz que Abiú está louco e sai correndo. Arão dá uma bronca no filho e diz que ele deve pedir desculpas a moça. Yarin e Noemi suspiram por Quenaz e Calebe. Radina comenta com Jerusa que ainda não se resolveu com Hur. Damarina melancólica lembra do pai. Ada fica possessa ao saber que Josué buscou Ana para passear. Chibale está decepcionado com o pai porque ele escondeu o romance com Leila. Joana confessa para Ana que sente algo forte por Arão. A amiga diz que a única coisa que a impediria de viver esse amor é a sua falta de fé, pois Arão é o Sumo Sacerdote e precisa de uma mulher firme e de Deus ao seu lado. Arão chega à tenda e não conversa com ninguém.

Os irmãos de Abiú questionam sobre o que aconteceu desta vez. Moisés desabafa com Zìpora e diz que quem roubou as tabuletas infringiu gravemente a lei de Deus. Zur conta a Corá que sabe um jeito de se livrar das tabuletas. O marido de Bina fica preocupado e pede que não conte sobre a parceria dos dois se ele for descoberto. Zur pede ervas para deixar Jaque relaxada, cheio de más intenções. Abigail incentiva Leila a abrir o jogo com Bezalel. Gahiji pede a mão de Leila em casamento para Bezalel. Libna briga com Abirão. Ele pede desculpas aos filhos. Tales diz que o pai não é bom em cumprir promessas e Abirão promete mudar dali para frente.

Safira conta a Bina que não está grávida e com medo de contar para Datã. Bezalel diz para Gahiji que ele sempre foi um bom amigo e acaba concordando com o romance. Chibale também assente e Gahiji pede Leila em casamento. Ela aceita e todos comemoram. Zur prepara o chá com as ervas para Jaque ficar mais à vontade. Os dois começam a se beijar e o clima esquenta. Simut chega e interrompe o casal. Jaque oferece a Simut o chá que Zur fez para ela. O ex-sacerdote sente o efeito da erva e arregala os olhos. Balaão tenta seduzir Elda em seus aposentos, mas a Rainha não cede. Oren não consegue esquecer Adira. Zur e Jaque se beijam em um local afastado. O forasteiro se declara pra ela e a irmã de Zípora cede aos encantos de Zur. Simut caminha sobre o efeito da droga e sente vontade de voar.

Safira conta para Datã que não está grávida. Ele diz que ela é seca e humilha a mulher. Ela chora, desolada. Assustada, Jaque se arrepende de ter passado a noite com o noivo. Simut, ainda alegre, pede a harpa de Miriã emprestada. Zur entra no galpão e coloca as tabuletas em cima de uma mesa. Ao sair dá de cara com Datã, que nada percebe. Damarina e Jerusa flagram Jaque voltando de madrugada para a tenda das mulheres. Jerusa e as irmãs são surpreendidas pela cantoria de Simut na sala, que faz uma declaração de amor e cita o nome de Jerusa. Todas aplaudem.

Simut acorda no dia seguinte e não lembra de nada. Joquebede e Zípora parabenizam Leila pelo noivado e sugerem que ela se case no mesmo dia que os outros dois casais. Abiú pede desculpas para Arão. Calebe diz a Moisés e Josué que acharam as tabuletas. Moisés confere o material e conclui que o acampamento não está seguro. Zur conta a Corá que conseguiu se livrar das tabuletas. Datã diz saber que foi Zur que deixou as tabuletas no galpão e exige uma explicação.

capitulo 027, quarta-feira, 30 de maio – Moisés está com as tabuletas nas mãos, diante de alguns homens. Todos intrigados com o aparecimento repentino dos escritos. Eles questionam quem teria interesse em roubar os mandamentos. Moisés explica que mostraria de bom grado a quem quisesse ver a história do povo de Israel. Abiú conversa com Nadabe e diz que vai parar de agir feito criança para conquistar Joana. Jerusa resolve dar uma chance para Simut. Damarina lamenta não poder ser cortejada por Nadabe. Zur abre o jogo com Datã, que fica perplexo ao saber as intenções do forasteiro. Ele avisa que Datã receberá uma boa recompensa por seu silêncio.

Moisés conversa com Arão e se mostra preocupado com a possibilidade de ter um espião no acampamento. Abiú se desculpa com Joana, que o perdoa, mas dá um corte quando ele tenta explicar seus sentimentos. Leila e Gahiji concordam em se casar junto com os outros casais. Bezalel satisfeito em ver a mãe feliz. Tales responde Abirão de maneira malcriada e Quenaz o repreende. Simut chega ao local das obras e é aplaudido por todos, que falam que ele é o homem mais apaixonado do acampamento. Simut se declara para Jerusa e ela dá um beijo em seu rosto. Josué pede cautela a Calebe na investigação sobre o roubo das tabuletas. Ada invade a tenda dos homens, beija Josué a força, e diz que o ama. Ele empurra a irmã de Zípora e grita que ela está louca.

Radina tenta se aproximar de Hur, mas não é correspondida. Neste momento, Miriã chega e interpreta a proximidade dos dois de outra forma. Ada provoca Ana e diz que Josué a beijou até tirar seu fôlego. As duas discutem e Ada pede que ela confirme com o noivo. Rishon paga para o mercador não contar ao general onde está Adira. O marido de Dorcas tenta se aproveitar de Adira. Balaão comenta com Elda que a viagem de Balaque e Batânia ao acampamento fará bem ao casal. Elda fica enciumada. Zípora percebe a tristeza de Jaque. Ela disfarça e diz que sente falta do pai. Zur chega e Zípora se retira. Jaque chora arrependida e Zur finge consolá-la. Miriã conta a Joquebede que viu Radina e Hur sozinhos na cozinha.

Joquebede comenta que a filha pode estar enganada e que Hur é um homem livre. Ana diz a Josué que Ada inventou uma história absurda de que eles se beijaram e ele conta que a moça o agarrou. Ela fica com ciúmes, mas diz que perdoa Josué e que não suporta a ideia de perdê-lo. Safira diz a Libna e Bina que não está grávida. Elas ainda sugerem que Safira pode ter sido amaldiçoada por algo que fez no passado. Deborah, Leila e Abigail conversam sobre o casamento. Deborah fica tonta e é amparada pela sogra. Leila e Abigail se olham felizes, já entendendo que a moça está grávida. Joana pede para falar com Arão. Ela inventa uma desculpa e olha apaixonada para o Sumo-sacerdote, que se adianta em cortar o assunto e sair da tenda.

Alguns dias se passam… Zur sonda com Moisés sobre as tabuletas e diz que Josué continua investigando. Datã procura Corá e exige mais ouro porque quer uma nova esposa. Deborah e Bezalel reúnem toda a família para comunicar a gravidez. Oren chega a Moabe e pede para falar com o rei Balaque em nome do rei Seom. Balaão avisa que Balaque está viajando e ele é recebido por Elda. Moisés vê um burburinho de longe no acampamento. Ele se aproxima da comitiva de Moabe e reconhece Betânia com Balaque para surpresa de todos.06052016cap25.

capitulo 028, quinta-feira, 31 de maio – Balaque se apresenta a Moisés e diz que veio com Betânia para uma visita de cortesia. Moisés se mostra feliz em rever a cunhada e pede que avisem Zípora. Oren fica surpreso quando Balaão conta que Balaque foi visitar Moisés. Datã avisa Safira que vai arrumar outra mulher para lhe dar filhos. Miriã se preocupa com a presença do rei no acampamento. Abiú reclama com Nadabe que Josué não trabalha e só fiscaliza o tabernáculo. Arão não gosta e repreende os filhos. Calebe avisa a todos que Balaque está no acampamento. Zípora, Betânia e as demais irmãs se abraçam emocionadas. Betânia apresenta Balaque para as irmãs.

Moisés questiona sobre Adira e os filhos e quer saber o que aconteceu com Jetro também. Betânia conta para as irmãs que os sobrinhos estão vivos e todas comemoram. Zípora pergunta por Adira e ela conta que a irmã foi sequestrada e ninguém sabe seu paradeiro. A mulher de Moisés questiona sobre a filha que Betânia teve e pergunta porque a irmã nunca contou nada para elas. Balaque finge emoção e diz que Jetro e Menahem morreram em uma invasão do palácio e não sabe porque Adira fugiu. Moisés assente, ainda intrigado. O líder confidencia a Arão que não confia no rei. Zur e Corá preocupados com a chegada do rei Balaque no acampamento.

Elda recebe Oren. O general diz que quer selar a paz depois de ter conquistado parte das terras de Moabe. A rainha questiona sobre o real motivo da visita e ele diz que veio falar sobre Natan, o servo manco de Jetro, para surpresa de Balaão. Betânia explica as irmãs sobre a filha que teve com Balaão e que achou que a criança tinha sido sacrificada a deusa Baal, para espanto geral. Oren conta que Natan apareceu muito machucado em Hesbom e acusa o rei Balaque de mandar matar Jetro e Menahem. Balaão e Elda tentam disfarçar o espanto e a rainha diz que foi uma fatalidade. Betânia conta as irmãs que a criança a tem uma marca de nascença nas costas.

Zípora diz que Betânia não precisava ter se casado com Balaque e que Moisés poderia ter ajudado. Yarin comenta que simpatizou com o rei e Ana adverte que não se deve levar pelas aparências. Joana e Noemi se espantam ao saber da prática de jogar crianças na fogueira. Zur tenta sondar Moisés sobre a visita de e fica preocupado. Joquebede e Miriã são apresentadas a Betânia. Gahiji e Chibale incentivam Simut a pedir logo a mão de Jerusa em casamento. Balaão conta a Oren sobre o plano dos hebreus de tomarem as terras de Canaã. O general pede para ver os sobrinhos de Moisés e a rainha diz que foram enviados para estudar na cidade de Mispa.

Zur diz a Corá que precisa falar com Balaque a sós. Ele quer pedir pra ir embora do acampamento. Corá pergunta sobre o casamento e o forasteiro diz que já se divertiu com Jaque. Oren diz que se o rei tentar pegar as terras de volta, não hesitará em levar Natan ao encontro de Moisés. Dorcas enfrente Rishon para defender Adira e ameaça sair de casa. Betânia pede a Balaque para ficarem até o casamento de Jaque e Zur. Balaque chega com Betânia e são recebidos por Moisés e família para a ceia. Moisés e Zípora contam que é o maná que Deus envia todos os dias. Balaque fica impressionado. Elda diz a Balaão que não gostou da visita de Oren. O feiticeiro adverte que ele tem informações importantes para desencadear uma guerra sangrenta. Balaque diz a Moisés que gostaria de ajudá-lo a conquistar Canaã. Ele diz que só precisa da ajuda de Deus para conquistar a terra prometida. Balaque segura a irritação e pergunta se entendeu direito que os hebreus irão atacá-los.

capitulo 029, sexta-feira, 01 de junho – Moisés diz que só terá confronto se for contestada a posse de Canaã, terra que foi comprada por Abraão e Jacó, seus antepassados. Balaque lembra que isso foi há muitos anos. Betânia conversa com as irmãs, que perguntam sobre a vida no palácio. Zur ouve atento. Yarin e Noemi olham para Quenaz e Calebe, apaixonadas. Arão e Hur se preocupam com o rumo da conversa do rei com Moisés. Datã olha interessado para Ada. Safira percebe e se entristece. Abigail e Leila encorajam Simut a ir atrás de Jerusa. Zur diz a Corá que a conversa pode acabar mal porque Balaque não aceita ser contrariado. Natan diz que está ansioso por notícias de Oren. Siloé e Lemuel contam que a terra que eles habitam foi um dia do reino de Moabe e conquistada pelos amorreus, por isso Balaque e o rei Seom são inimigos.

Lemuel avisa que a garantia do comandante para ir até as terras inimigas é Natan. Dorcas tenta proteger Adira de Rishon. Balaão seduz Elda ese beijando. Moisés avisa que vão recuperar Canaã e Balaque pergunta quando isso vai acontecer. O líder questiona sobre os restos mortais de seu sogro e sobre as terras em Midiã. Jerusa aceita o pedido de casamento de Simut e os dois se beijam. Balaão e Elda passam a noite juntos. Todos ansiosos no acampamento para saber o resultado da conversa de Moisés e Balaque. Jerusa faz sinal para Simut falar com Moisés sobre o pedido. Zípora diz a Joquebede que está preocupada com Betânia. Adira conta para Talita que Jetro morreu para protegê-la e que precisa encontrar seus filhos e irmãs. Balaque conta a Betânia sobre a conversa com Moisés e o chama de arrogante.

Safira diz para Datã olhando para a irmã de Zípora e ele diz que ficou sim, porque enquanto ela não lhe der um filho, vai continuar procurando outra esposa. Miriã é consolada por Joquebede enquanto Hur sente falta de Miriã. Jerusa e Jaque felizes com o pedido de casamento de seus respectivos. Ada diz que vai pedir para Betânia lhe ensinar alguns truques de quando era sacerdotisa. Damarina comenta que a irmã está com um olhar triste. Zur entra escondido na tenda de Balaque. Ele conta que não conseguiu nada de valor ainda e confirma que os hebreus confiam no Deus deles para superar qualquer obstáculo. Betânia acorda de madrugada e vê Zur e Balaque conversando.

O irmão de Elda pede permissão para voltar a Moabe. Balaque pergunta sobre o casamento e ele afirma que pretende ir embora logo porque já dormiu com Jaque. Betânia escuta tudo horrorizada. Balaque percebe algo errado ao ouvir o jarro de água cair no chão. O rei ameaça matar os sobrinhos de Betânia caso ela conte que Zur é um espião. Os hebreus colhem o maná. Jerusa e Damarina comentam com Jaque que Aoliabe é apaixonado pela irmã, mas ela diz que são apenas amigos. O rei tenta fazer as pazes com Betânia. Eles se deparam com o maná que cai do céu e ficam maravilhados.

Neste momento, Balaque entende o poder que terá que enfrentar e se sente impotente. Betânia se despede das irmãs, mas se controla para não contar tudo para Jaque. Zur fica de longe observando. Zípora reúne as irmãs na tenda e conta que o rei vai mandar os ossos de Jetro. Betânia fica incomodada, pois sabe que os restos mortais de seu pai não estão em Moabe. Elas começam a se despedir e Jaque diz que gostaria muito que a irmã ficasse para seu casamento. Betânia, então, anuncia para as irmãs que tem algo a dizer.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *