Browse By

Cena Pipoca: Preciosa, mesmo contra a vontade do mundo

Dias atrás no Coisas da Vida tratei sobre o menino que teve uma mãe ordinária, e, por isso, se tornou um assassino em Desperate Housewives.

Neste final de semana assisti Precious e vi exatamente o contrário: uma jovem que era estuprada pelo pai com o conhecimento de uma mãe que também a agredia.

E esse ser precioso, como seu próprio nome dizia, apesar de sua cor e de ser gorda, o que além dos problemas em casa também eram responsáveis pelo preconceito da sociedade, não ficou revoltada com o mundo.

Ela queria ser feliz e amar seus filhos, mesmo sendo também seus irmãos.

Esse filme para mim foi como um poema intenso, daqueles com um choque de realidade tão grande e profundo como uma facada nas costas. Nem por isso se tornou feio ou agressivo, é uma lição de vida.

E sabe o que mais? Apesar de tudo, Precious se olhava no espelho e se via linda e maravilhosa, ou seja, somos o que queremos ser e não o que o mundo ou as pessoas querem que sejamos.

Não a toa é uma das produções mais celebradas do ano, recomendo!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *