Browse By

Profissão Repórter termina o que A Liga começou

Não é segredo pra ninguém que A Liga e Profissão Repórter são hoje meus programas favoritos e se bobear vai ter texto toda semana. E hoje não vai ser diferente.

Acabo de assistir ao Profissão, que, para mim, terminou uma reportagem começada por A Liga com a questão da prostituição.

E, não, não estou dizendo que o programa da Band ficou devendo. Apenas o Profissão foi mais completo.

A Liga focou no momento em que as garotas de programa estão trabalhando e a atração global, além disso, mostrou um pouco do dia a dia das garotas e também de travestis.

Programas de vinte minutos? Uma garota g-r-á-v-i-d-a que diz ter tido uma “coisa” no meio da rua com um senhor de idade ou a travesti que desceu o sarrafo em um jovem que “brincou” com ela – no caso tive a impressão que ele tinha algum problema (?).

É preciso muita, muita coragem e não apenas de quem está nessa vida mas também de quem compra esse tipo de serviço. Quantas pessoas já morreram numa dessa e qual o risco de você sair com um presentinho transmitido numa relação sexual?

Nota dez, mais uma vez. Fez merecidos 19 pontos ontem!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *