As Brasileiras é muito melhor que As Cariocas

Todo mundo sabe que não sou fã de As Cariocas. Um projeto que tinha mais teor sexual que história pra contar. No entanto, gostei de alguns episódios. A minoria. Não tinha planos de conferir as participações de Juliana Paes e Claudia Jimenez, entretanto, como “acabei ficando” no episódio anterior, e Continue lendo

O Espião que sabia demais é confuso e entediante #oscar2012

Ontem tentei assistir esse longa, mas não passei dos 37 minutos. Não estava entendendo nada e me culpei, achei que talvez eu estivesse cansado. Resolvi tentar de novo hoje. E “O Espião” continuava confuso. E devagar. Entediante. Escuro. Eu acho que faltou organizar melhor esse roteiro ou simplesmente contar a Continue lendo

‘Altas Horas’ entra no clima de carnaval

No programa deste sábado, dia 11, Serginho Groisman convida os cantores Joelma e Chimbinha, Paula Toller, Buchecha, Digão e Lucas para cantar marchinhas de carnaval. O rapper Emicida também marca presença e estiliza o tradicional “Me dá um dinheiro aí” com uma rima improvisada. O ‘Altas Horas’ recebe ainda o Continue lendo

Aquele Beijo: Tem como piorar ou já tá no fundo do poço?

Horário de verão a gente sabe que é aquela coisa terrível pra televisão, contudo, tem sido ainda mais assustador para os lados de Miguel Falabella. Aquele Beijo está quase registrando menos que 20 pontos e, essa audiência, ao menos nesse calor infernal, é aceitável para a faixa das 18h. Às Continue lendo

Não falei que os roteiristas atuais deveriam ver essa novela?

Onde foi que os roteiristas se perderam no tempo? É preguiça ou tipo o que? O que tem de novela com potencial que se perde no meio do caminho após um início sensacional não tá escrito. Só nos últimos tempos posso citar Cama de Gato, Escrito nas Estrelas, Cordel Encantado Continue lendo

Meia Noite em Paris é bacaninha, nada mais que isso

Dos longas indicados ao Oscar que vi até agora, esse é o mais fraquinho. Descrito como uma comédia romântica, Meia Noite em Paris de Woody Allen não me fez rir. Nem esboçar um sorrisinho amarelo. Não chega a ser ruim, mas esses encontros com intelectuais e artistas da década de Continue lendo