Adele: mais um fogo de palha?

Domingo Adele se consagrou como a cantora de 2011 levando nada mais, nada menos que seis estatuetas do Grammy. É muita coisa.

O ano foi dela, assim como o anteriormente havia sido de Lady GaGa. Ao que parece, as novidades fazem aquele boom e, não mais que de repente, não conseguem manter-se em alta na sequência.

E se 2011 foi mais tranquilo para GaGa, os próximos prometem ser calminhos também para Adele.

Depois de se fartar com os Grammy´s, anunciou que deve se afastar por quatro ou cinco anos pra cuidar de seu amor.

Disse: “faço tudo pelo meu homem”.

Nossa, isso me lembrou Whitney Houston, ainda mais agora quando a diva está em evidência por um triste motivo.

Deixar uma carreira que está em alta pra cuidar de alguém que você não sabe se vai estar com você amanhã?

De repente desapontar os fãs, que fizeram seu sucesso, por alguém que, quando terminar, vai te fazer se arrepender? Quer dizer, é o que costuma acontecer, espero estar errado.

Mas, se tivesse juízo, Adele iria preferir cuidar de sua carreira e, quando já estivesse bem estabilizada, cuidar da vida pessoal.

Só que a vida é dela e, quem sabe de suas prioridades, é a própria Adele.

Só acho gozado, novas divas vão surgindo, nos últimos anos tivemos Amy Winehouse, GaGa… Adele e, no final das contas, as antigas é que continuam imbatíveis.

Sei lá, vai ser difícil alguém tirar Madonna, Beyoncé, Whitney e mais algumas outras do pedestal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *