O assunto do momento é um só: a última novela do Maneco

Avenida Brasil ainda estava no ar e o assunto estava em pauta. Os autos e baixos de Salve Jorge são discutidos e… Manoel Carlos segue em evidência.

A última telenovela, a última Helena. O fim de um ciclo que teve início com Lilian Lemmertz e, como homenagem, Julia Lemmertz, filha da atriz, estará na pele desse tão desejado personagem. Muitas atrizes sonharam ser Helena.

Assim como muitos quiseram ser um vilão de Manoel Carlos. Viviane Pasmanter é a rainha da cocada preta neste segmento, Débora e Laura são um achado.

Não a toa rumores apontam que a atriz deverá encarar novamente um papel terrível. Merecido, aliás, Viviane tem tido pouco destaque nos últimos anos, inclusive a critica vale para Páginas da Vida.

E por qual motivo essa última novela é tão aguardada? Ora, porque Maneco é um dos maiores autores do Brasil. Quer dizer, na minha opinião, o melhor. De Felicidade a Viver a Vida, passando por Presença de Anita e Maysa. Como dizia o slogan da Warner, Maneco me faz sentir.

Mesmo em tramas medianas como Páginas e Viver a Vida, ele não deu seu melhor, no entanto, ainda assim consegue ser superior a muito do que tem sido apresentado por aí.

A bem da verdade essa última história pode significar duas coisas:

1- Um descanso para um autor que já fez muito e, convenhamos, tem quase 80 anos.

2- Novelas exigem muito de um autor, portanto, ele poderá se dedicar a tramas mais curtas, as minisséries.

E o quanto ele arrasou com Anita e Maysa? Pois é. Tomara que Deus lhe dê saúde para que continue nos presenteando com suas histórias envolventes e deliciosas.

Ele é tão “o cara” que seus folhetins são campeões de audiência no Vale a Pena Ver de Novo e, no Canal Viva, é uma das maiores audiência e um dos mais requisitados. Estão ai Por Amor, Felicidade e Presença de Anita como prova.

Mais uma coisinha: alguns nomes para a telenovela circulam por aí, mas eu, como fã, adoraria que ele fechasse esse ciclo com um que foi descartado anos atrás: Feliz Aniversário.

É bonitinho!

Mais: bem que, no elenco, poderia ter Regina Duarte, hein? Que tal mãe da vilã?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *