Browse By

“Tá na Tela”, de Luiz Bacci, nem deveria ter estreado

A Band anunciou no final de semana o fim do Tá na Tela, uma das piores coisas já criadas na televisão brasileira.
Sensacionalismo por sensacionalismo, e nada acrescenta. Até porco sendo masturbado já rolou por ali.
Um baixo nível similar ao apresentado na década de 90 com Ratinho, Gugu e Faustão.
Mas que por aqui ainda tem Geraldo Luís fazendo uso de recursos parecidos.
Só que Bacci estava caprichando no baixo nível.
E isso como se não bastasse os policialescos.
Ou seja, a Band, ao mesmo tempo em que tem um MasterChef, estraga sua programação com o Tá na Tela.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *