Browse By

Medinho da Globo impediu que Babilônia fosse a melhor novela do ano

Eis que Babilônia termina como a pior audiência da história das 21h. Com índices aceitáveis para às 19h, a trama perdeu em diversas ocasiões para I Love Paraisópolis e chegou ao cúmulo de empatar com O Rei do Gado e Além do Tempo.
Mas quem diria que seria assim? No primeiro capítulo, o Twitter bombou, as críticas foram positivas. Ao mesmo tempo, porém, também surgiram os comentários negativos e o início do boicote pós beijo gay, maldades e muito sexo.
Um conservadorismo que é bem hipócrita, mas que fez com que a Globo, após dar um passo importante a ponto de colocar um beijo entre iguais já no primeiro episódio, regredisse.
Miou, usou a Classificação Indicativa como desculpa e, como consequência, os autores foram obrigados a transformar Babilônia num samba do crioulo doido. Justamente quando parecia que finalmente Gilberto Braga escreveria uma novela imperdível, mais de dez anos após Celebridade.
Ficamos na vontade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *