Browse By

Aos 38 anos, Mulheres sai ganhando com mudanças repentinas

Há quase dois anos, Mamma Bruschetta surpreendeu ao anunciar sua saída da TV Gazeta para assinar com o SBT, deixando o Mulheres.

Foi um baque para o público e Cátia Fonseca, que perdeu sua principal parceira no comando do vespertino.

Um ano depois, foi a vez de Cátia romper com a GazetaO caso dela, contou com uma mentira! Desmentiu os rumores de negociação com a Band e no mesmo dia assinou com o canal.

Dos males, o menor.

O Mulheres, que já existia muito antes da chegada de Mamma e Cátia, sobreviveu muito bem, com a divertida Tia (Guilherme Uzeda) e a adorável Regina Volpato, que estava fazendo falta na TV.

Mulheres é um presente que Regina merecia ganhar

Regina é inteligente, ágil, carinhosa com seus convidados e com quem a assiste, tem opiniões visando sempre encontrar o lado positivo das coisas…

Ela se porta como uma companhia adorável seja para a “dona de casa” ou demais telespectadores da faixa da tarde.

Na verdade, o Mulheres é um presente que Regina mereceu ganhar! Da mesma forma, a atração se saiu vitoriosa com essa parceria. Agradável, a produção pontua muito bem no ranking de audiências sem baixaria.

Com classe, consegue superar inclusive o Melhor da Tarde, de Cátia Fonseca, que mesmo com esse nome até hoje ainda não disse a que veio.

Como diz Serginho Groisman, o Mulheres é vida inteligente na TV. “Mais um pedaço?? Mais um pedaço!!”

*As informações e opiniões expressas nessa crítica são de total responsabilidade de seu autor e podem ou não refletir a opinião deste veículo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *