Novo sucesso da Netflix, Boneca Russa teve vários finais gravados para confundir (ainda mais) o público

Boneca Russa é o mais novo sucesso da Netflix (Reprodução)

A Netflix lançou recentemente seu mais novo sucesso. A série cômica Boneca Russa está há pouco no catálogo da plataforma, mas já está entre as atrações mais vistas do catálogo.

A trama da série deixa o telespectador bem atento – inclusive o final, que deixou muitos fãs pensativos e confusos. E esse fim poderia ser ainda mais complicado.

Charlie Barnett, ator que interpreta o personagem Alan, explicou que não chegou a ver todos os episódios de Boneca Russa até momento. No entanto, mesmo tendo lido o roteiro, ele garante que não sabe responder como a história de Nadia termina na primeira temporada.

“Nós filmamos dois ou três finais diferentes. Eu não tenho ideia de como termina. Estou empolgado para descobrir. Tem um que eu realmente gostaria que estivesse lá. Eu não deveria estar dizendo isso, mas tem um que deixa um mistério não resolvido e eu o amo. Eu amo esse elemento da série, que você não tem respostas sólidas, e começa a se perguntar, ‘Eles estão lá ainda? Não estão? Eles solucionaram isso?'”, disse em entrevista para a Vulture.

Na história, a jovem Nadia (Natasha Lyonne), convidada de honra de uma festa em Nova York, percebe que todas as vezes que decide deixar o evento, morre. Agora ela precisa encontrar um jeito de escapar, mas só depois de descobrir o que está acontecendo.

A primeira temporada de Boneca Russa está disponível no catálogo da Netflix.

Conheça Dirty John, nova série da Netflix

Fevereiro está sendo um mês e tanto para os assinantes das plataformas de streaming! A Netflix e a GloboPlay estão anunciando muitas novidades, além dos anúncios dos serviços americanos como o Hulu.

Doze séries chegarão ao catálogo da Netflix apenas nesta semana e algumas delas prometem render bastante. É o caso de Dirty John, nova série policial estrelada por Eric Bana e Connie Britton.

A história é baseada em fatos reais e se inspira no podcast de Christopher Goffard para o jornal Los Angeles Times. A série é escrita por Alexandra Cunningham e será uma antologia criminal em oito episódios.

Cada capítulo retrata o passo a passo de um relacionamento online que acaba se transformando em uma perigosa rede de mentiras e traição. O telespectador verá como John manipula Debra Newell e leva a ela e sua família a um destino terrível.

Dirty John chega ao catálogo da Netflix nesta quinta-feira (14).

Veja o trailer:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *