Campo do Medo | Crítica

Campo do Medo

Campo do Medouma adaptação de Stephen King, estreou com grande expectativa nesta sexta-feira (04) na Netflix. O resultado, porém, foi terrivelmente decepcionante. Apesar da temática atrativa, o longa não cumpriu o que prometeu em seus trailers aterrorizantes.

O enredo traz os irmãos Becky e Cal, que em uma viagem, ao parar o carro após a jovem passar mal, escutam a voz de um garotinho vinda de um enorme matagal. Como todo filme de terror, os personagens decidem entrar e acabam descobrindo da pior maneira que coisas estranhas ocorrem por lá.

Elite | Netflix anuncia fim das gravações da 3ª temporada

Disney toma decisão contra a Netflix e acirra disputa dos streamings

Ao longo do filme, o assinante é levado junto aos personagens a um desenrolar que parece confuso. Dentro da grama, os personagens vivem em realidades simultâneas, misturando a linha do tempo entre passado, presente e futuro. Apesar da trilha sonora pesada, as tentativas de assustar foram frustadas com sucesso. O diretor Vincenzo Natali, responsável por Cubo de 1997, não conseguiu o mesmo efeito nesta produção.

O que você achou?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *