Final de The Middle S09E24: Difícil dizer adeus, melhor um até logo!

Na verdade, estou surpreso que The Middle tenha chegado até aqui, somando nove temporadas. Uma produção despretensiosa, bem feitinha, cheia de possibilidades e que cresceu mesmo que basicamente se resumindo ao dia a dia dos Heck.

E, combinemos, em nove temporadas, basicamente a atração se resumiu em Frankie tentando ser uma mãe exemplar em meio a uma família cheia de defeitos – somados aos dela. O dia das mães perfeito que nunca existiu, as festas de final de ano sempre cheias de problemas, etc.

The Middle é tão, tão boa, que diverte e emociona

Na verdade, a expectativa de Frankie era alta, mas ao final de cada episódio, ao se deparar com as limitações da família, via que era aquilo que a deixava feliz. Ou seja, The Middle era repleta de mais do mesmo, mas ainda assim empolgante, divertida, emocionante, e tudo isso porque era possível vibrar com Mike surpreendendo com um discurso, Brick namorando e fazendo amigos, Axl evidenciando que sim, tem sentimentos, e a Sue… ah, a Sue!! Uma garota que passava despercebida mas que sempre arrumava um jeito de fazer diferença.

Bons roteiristas nunca deixam as petecas de The Big Band Theory e The Middle caírem

E claro, ainda tem a Frankie: uma mãe que exigia dos filhos um compromisso que ela mesmo não tinha, mas se esforçava e do seu jeito, foi fundamental para a evolução de todos, inclusive a dela.

O final desse ciclo foi emocionante. Particularmente, pensava que, depois de tantos anos, The Middle merecia ser encerrada com dez temporadas. Acho um número bonito.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *