A maioria das novelas da Televisa não são originalmente mexicanas

As novelas da rede mexicana Televisa são bem conhecidas aqui no Brasil graças à parceria que a gigante mexicana sempre teve com o SBT. O que muitos não sabem é que a grande maioria das novelas produzidas pela rede não são de fato mexicanas.

A Televisa compra os textos originais das novelas de países como: Venezuela, Argentina e Colômbia. Da Venezuela temos grandes sucessos como: Esmeralda, Rosalinda, O privilégio de amar e Cuidado com o anjo. Da Argentina sucessos como Carrossel e Rebelde e da Colômbia: A feia mais bela e Destilando Amor, versão da colombiana Café com Aroma de Mulher. Destilando amor não agradou aqui no Brasil, mas faz muito sucesso pelo mundo.

A Televisa raramente produz uma novela com um texto completamente inédito, a maioria são adaptações de texto de outros países. Os que citei aqui são os principais vendedores, mas compra-se de outros países da América latina. E haja textos porque são produzidas por lá cinco novelas simultaneamente.

A rede faz, com sucesso, uma garimpagem no mercado latino, compra vários textos, produz e consegue vender o que produziu com muita eficiência. Aliás, muitas dessas histórias só se tornam conhecidas porque a Televisa produziu e também devido a sua capacidade de revender depois o texto e a novela finalizada por ela. Fico por aqui, um abraço e até a próxima.

* Gilmar Moraes

7 thoughts on “A maioria das novelas da Televisa não são originalmente mexicanas

  1. Oi Gilmar! Bacana esse seu seu texto. Este ano, numa feira de TV que teve no Rio de Janeiro, um executivo da Televisa disse que está a procura de roteiristas brasileiros, pois as novelas brasileiras fazem sucesso em todo mundo. Querem dar oportunidade a um roteirista brasileiro que ainda não conseguiu uma oportunidade no mercado. Espero que isso realmente aconteça. Abraços

  2. Gente, como assim? Esse tanto de novelas e eu jurando que foram realmente escritas no México e são adaptações? Por essa não esperava.

    Parabéns pelo texto Gilmar! Eu tenho o livro "Almanaque da Telenovela Brasileira" e lembro de ter enviado um e-mail para o autor, Nilson Xavier, perguntando se não realizaria um livro sobre as tramas mexicanas também. Ele disse que não tinha interesse, está aí uma boa ideia Gilmar pra vc!

  3. Valeu Guilherme, não sei como funciona na questão de direitos e tal, mas sempre que eu puder vou escrevendo por aqui o que sei sobre. Inclusive semana que vem continuarei no assunto.

  4. oi Gilmar adorei o seu texto e sobre essa questão dos textos das novelas mexicanas não serem mexicanas e tão comum que eu garimpando no youtube achei uma entrevista com o Alfonso Herrera na época da estreia de Camaleões no México e ressaltou que o texto era genuinamente mexicano.
    abraços:Cláudia Taissa
    Ps:Fale no próximo post das novelas clássicas como as trilogia das marias da Talia e a Usupadora

  5. Obrigado Borboleta livre, Camaleões é uma das excessões. Sobre a triologia da Thalia e A usurpadora posso te adiantar que também não são originalmente mexicanas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *