American Idol e meu ódio pelo voto popular

Eu parto do princípio de que, se as pessoas não sabem escolher seus governantes, como vão julgar verdadeiros talentos?

O quanto entendem de música a ponto de saber quem merece ser um novo ídolo, no caso do American Idol?

Tá, é o povo quem vai tornar um sucesso o vencedor – ou não -, mas não dá pra levar isso a sério quando fanáticos podem burlar os resultados.

Como assim?

Aqui no Brasil temos dois exemplos recentes: a “máfia Dourada” que ajudou Dourado no BBB passado e a “Família Restart” que faz com que todo e qualquer prêmio seja direcionado ao seus ídolos.

Por mim o Idol seguiria tendo voto do júri, ou seja, não opinariam somente durante o processo de seleção.

Isso evitaria que Pia fosse eliminada, assim como Paul e tantos outros que já vazaram.

Para mim Stefano está fazendo hora extra ali faz tempo.

Olha, juro, se Halley tivesse saído ontem eu nunca mais assistiria o American Idol.

Pra mim ela se tornou a artista mais completa dentre os concorrentes, é única, tem um trabalho diferenciado.

Mas o povo… ah, o povo é de lascar! E isso me irrita profundamente.

Seja o primeiro a comentar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*