AMOR À VIDA: Uma atriz que merece reconhecimento e outras cositas

AMOR À VIDA: Uma atriz que merece reconhecimento e outras cositas

26 de junho de 2013 8 Por Endrigo Annyston

É até um pouco tardio esse elogio mas “antes tarde do que nunca”. E também foi interessante avaliar o desenvolver da personagem antes de uma avaliação.

Não gostei do trabalho de Bruna Linsmeyer em Insensato Coração, achei seu desempenho muito fraco. Por isso também optei por prestar mais atenção ao tom que ela deu à Linda.

Qualquer pessoa que tenha tido contato com alguma forma de autismo sabe que Bruna encontrou o tom correto para a moça. Não está caricato. É um perigo esse tipo de personagem porque pode virar motivo de piada ou chatear quem sofre com isso ou seus familiares. E o psicólogo está no caminho certo: ela é inteligente e entende tudo o que lhe falam.

Bruna está perfeita! Se continuar tocando a sim, pode ser a personagem de sua vida.

O que irrita é outra coisa: vocês gostam de César e Aline? Acho que só vou mudar de ideia quando Aline revelar seu verdadeiro eu.

E o Félix tomando um banho? Acho um barato o dom de Jonathan se fazer de santo depois de dar o troco – merecido – no pai.

E Alejandra olhando a aura de Félix? rs

O que será que vai sair daquela reunião? Félix liso feito quiabo, passou a perna em Lutero.  E como a Pilar é lerda, não? Já está irritando. Todo dia ela descobre um motivo para acreditar numa traição e depois desacredita, amando o marido novamente.

E esse cabelo da Danielle Winits? Ela trabalha em um hospital ou é modelo de comercial de shampoo?

Ah, o Félix meio que deu a entender que vai “desfazer” essa história de Paulinha ser filha de Paloma. Mas várias pessoas viram o teste e, no caso, é só fazer outro, não? Walcyr Carrasco não vai cair na esparrela de repetir o caso do pen drive ou o elevador sem câmera, né? Apesar que o San  Magno não tem.

OMG