Amor à Vida: Walcyr Carrasco consegue equilibrar a novela

Amor à Vida: Walcyr Carrasco consegue equilibrar a novela

5 de junho de 2013 3 Por Endrigo Annyston

Logo após a estreia de Amor à Vida eu comentei aqui que a trama estava muito densa. Disse que não era ruim, afinal, estava muito boa.

Curioso que, apesar de não haver nenhuma crítica nesse sentido, mesmo porque a maioria do que tem saído na mídia relacionado à novela é positivo, o autor tem buscado equilibrar as coisas no folhetim.

Hoje é possível dizer que ela continua densa, mas tem andado de mãos dadas com o humor, especialidade do autor.

Valdirene, por exemplo, tem sido vítima de “bulying” por a cada novo capítulo ir atrás de um famoso. Hoje, veja que coisa, ficou “doente” porque Marcia abrigou um sem teto desconhecido e desmemoriado. Já está fugindo do óbvio.

Na mesma pegada, o núcleo do hospital com o vai não vai da abandonada na igreja, a virgem Perséfone. Mesmo com uma ajudinha, foi… na trave!