#AmorEm4Atos: Começamos o ano muito bem!

Alguém me disse no MSN que Amor em 4 Atos seria uma espécie de As Cariocas. Não lembro quem.
Confesso que fui assistir sem esperar nada, mas ainda assim quis prestigiar por ser uma produção cujo objetivo é fazer uma história baseada em músicas de Chico Buarque.

Na terça perdi o comecinho, pois, como disse, a TV estava desligada por conta do BBB. Mas gostei do que vi.

Achei o segundo episódio ainda melhor, Carolina Ferraz estava mais linda que nunca, esbanjando sensualidade e, vamos combinar, roubou a cena.

E eu já discordo plenamente da comparação com As Cariocas, pois, como disse na época, falar sobre relacionamentos e sexo é algo que pode sim acontecer, e deve, mas só é realmente bom quando se tem uma história.

Amor em 4 Atos mostrou que tem história para dar e vender, é um texto que instiga, envolve… é intenso! Compararia com Maysa, não com As Cariocas!

Eu tinha classificado, em certa ocasião, As Cariocas como uma série sobre putaria. Jamais faria isso com essa nova produção que para mim significa uma esperança, a esperança de que ainda podemos nos surpreender com bons produtos na TV brasileira.

Acho que começamos o ano muito bem, melhor do que eu esperava!

Acredito que iremos continuar esse papo no sábado, pode ser que a nova produção global seja o tema da Ponto de Vista que retoma suas atividades!

2 Comentários

  1. Engraçado analisar que enquanto a Record gasta quase um milhão de reais por episódio de "Sansão e Dalila" a Globo rouba a cena com uma minisérie realmente poética e encantadora.

    Não é preciso efeitos especias e muito menos essa mania de HD que se lançou ultimamente. Precisamos é de bons roteiros e atuações, e nesse quesito essa produção não deixou a desejar.

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.


*