Antes tarde do que nunca: o mico do “Aprendiz” ao tratar sobre “Vitória”

Vi no final de semana e esqueci de comentar ontem sobre o episódio de quinta-feira do Aprendiz. E vale registro.
O assunto repercutiu na internet: uma das equipes, ao promover a divulgação de Vitória, convidou o telespectador para não assistir ao folhetim.
E fizeram mais: disseram que a novela é solta e que não prende.
O que é sempre dito sobre o veículo? Que TV é costume.
Ou seja, se os telespectadores gostam da história, voltam no dia seguinte. Isso gera audiência, que rende grana para os cofres e deixa todo mundo feliz.
Isso culminou na merecida eliminação da Michele. O pior de tudo: quando viu a arte, ela sacou que seria um tiro no pé.
Mas resolveu apostar na “brincadeira”…
Que mico!


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *