As tardes da Record e uma angústia sem fim

Difícil imaginar até quando a Record vai se debater ao tentar encontrar um projeto que dê frutos em suas tardes.

Entra desenho, sai desenho; entra série, vem reprises da grade; lançam programa, cancelam, chamam o Pica-Pau de novo ou a Xena, que já estão cansados de tanto vai-e-vem.

Agora, segundo o noticiário, vem uma nova revista eletrônica, sob o comando de Brito Jr. e uma outra apresentadora ainda não definida, nos moldes do Hoje em Dia, que já foi um sucesso das manhãs até conseguirem detonar com a revista eletrônica.



8 comentários em “As tardes da Record e uma angústia sem fim”

  1. As tardes na Tv Brasileira estão tão em baixa, com tanta falta de qualidade, que Sônia Abrão tem conquistado a vice-liderança frequentemente…Já já a Record vai querer contratá-la e jogar nas tardes da emissora!

    Seria interessante um programa nas tardes da Record comandado pela competente Regina Volpato ao lado de Britto Jr., tirando este do comando de A FAZENDA e colocando outro apresentador.

  2. A Record precisa de uma grade simples e objetiva. Aqui minha sugestão:

    12:00 Esporte Record
    12:30 Record Notícias
    13:15 Todo mundo odeia o Chris
    14:00 Sessão Criança ou Record Kids
    16:00 Tudo a Ver ou Programa da Tarde
    18:00 SP Record

    Ricardo Moreno

  3. A Record se perde nesse horário, porque é incompetente mesmo, amadora…não sabem, nem montar uma grade coerente, em que uma atração impulsione outra.Falta também eles criarem conteúdo, o que eles têm extrema dificuldade, porque não têm talento e bom gosto.Então vai colocando qualquer coisa pra encher linguiça durante cinco, seis horas da tarde.
    Eles até tiveram durante uns dez anos, eu acho, o Note e Anote, que tinha seu horário e quadros fixos, e se mantinha ali seguro.Depois, que o mudaram de horário, ficou esse buraco negro na programação.
    Apesar de achar o Paulo Henrique Amorim, um chato, um cínico; tenho que me render ao Tudo a Ver, que ele praticamente criou.Era um ótimo programa, com qualidade; que se tivesse mais recursos, poderia ser um dos campeões de faturamento e prestígio na casa.
    Mas, a Record não tá nem aí para qualidade, eles querem e se excitam com histeria, um prato que adoram degustar.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *