Band pode dispensar Adriane Galisteu

8 de abril de 2013 1 Por Endrigo Annyston

É o abre de Flavio Ricco nesta segunda e ainda estou tentando entender a lógica. Leiam:

“Em recente reunião com executivos de toda a rede, ficou muito claro que a Bandeirantes, bem na contramão das demais concorrentes, irá concentrar todas as ações num público mais qualificado, para que isto encontre melhor resposta junto ao mercado publicitário.”

A seguir ele trata sobre a ideia de um programa feminino na grade, mas diz não se enquadra neste novo conceito.

Depois, Ricco afirma que o contrato de Adriane Galisteu termina no próximo mês e dificilmente será renovado, haja vista que não encontram outra produção para ela trabalhar, além do reality Quem Quer Casar Com Meu Filho.

A dúvida é: se querem público qualificado, a atração feminina e o reality trazem. Os dois chamam anunciantes, portanto, acredito que há um desencontro de informações. Ou alguém na Band pirou o cabeção.

E isso gera uma outra questão: como dispensar a apresentadora de um programa que ainda não estreou? E se os resultados de QQCCMF forem tipo excelentes? Vão chamar outro apresentador para uma nova temporada??

Emissora pouca prática, a gente vê por aqui.

Adriane Galisteu teria sido muito feliz se tivesse fechado com o canal GNT, anos atrás.

Outro detalhe interessante a ser observado é o comportamento da apresentadora. Em outros tempos, leia-se SBT, estaria botando a boca no trombone.