Barriga impede Avenida Brasil de crescer e audiência estaciona

20 de setembro de 2012 0 Por Endrigo Annyston

A audiência de Avenida Brasil, assim como a de Fina Estampa, atingiu um patamar onde já não tem mais pra onde ir. É isso e ponto.

Outras telenovelas, em reta final, estariam batendo recordes atrás de recordes. Desde que Nina foi descoberta por Carminha, e onde finalmente algo aconteceu – o início da vingança – a trama está estacionada. Nada bombástico.

Estamos nas últimas semanas e os índices não esboçam reação, vão de acordo com a história, cozinhada em banho maria.

A culpa é do horário político? Tem lá sua parcela, mas antes o Ibope raramente atingia números realmente surpreendentes.

Cheias de Charme registra queda por conta da mudança de horário e, no entanto, isso não impede que o folhetim seja a maior audiência desde Caras & Bocas. 30,17 contra 30,44, segundo levantamento de O Cabide Fala.

Já Avenida Brasil, até semana passada, tem 38,08 contra 38,98 de Fina Estampa. Pra alegria de Aguinaldo Silva.

Por ser muito mais comentada, o normal não seria audiência superior? Pois é.

O número também está abaixo de A Favorita, 38,18, de acordo com o site.

Supera, no entanto, Insensato Coração (34,77), Passione (34,73) e Caminho das Índias (36,97).