BBB 12 termina melhor do que começou

28 de março de 2012 0 Por Endrigo Annyston

As críticas a atual edição do Big Brother Brasil são muitas, a começar pelo vencedor que será “revelado” amanhã.

Todos sabemos desde o início que Fael levaria o prêmio e é por pura falta de opção.

Apesar dos embates entre selva e praia, a edição 12 não foi das melhores.

Heróis os que conseguiram se ligar no pay per view, raramente aconteceu alguma coisa realmente interessante que valesse ficar sintonizado. Deu saudade da trupe do BBB de Marcelo Dourado, dava gosto assistir as 24 horas.

E tudo indicava que culminaria na final mais bunda da história do programa, especialmente porque os vilões foram eliminados um a um. Só sobraram os “mocinhos”.

Só que o fato de eles terem que se enfrentar, os amigos, fez com que o jogo ganhasse um novo gás.

Diversas surpresas aconteceram. Todo mundo na praia se revelou querido do público.

Ou como explicar a diferença mínima nos paredões entre Kelly e Jonas e Jonas com Fael?

Nesses últimos dias uma confinada foi responsável por uma sacudida no desfecho: Fabiana.

Guerreira, como todos insistem em dizer, não desistiu nem no último minuto quando parecia que seu destino seria a eliminação.

Chegou a final por puro merecimento. Ou alguém vai dizer que ela não deu tudo de si nas últimas lideranças?

Claro que ela chega com um destino certeiro, a segunda colocação, talvez com uma vantagem arrasadora de Fael.

No entanto, como Bial deixou bem claro, vai se sair muito bem. Ela tanto lutou que conseguiu faturar uma boa grana pra somar com os 150 mil que leva amanhã.

Como disse, é a final que eu queria. E não vai ser bunda.

Entre mortos e feridos, o BBB 12 superou a polêmica do “suposto estupro” e vai ter um desfecho digno. Deu a volta por cima e reverteu a trajetória de queda.