BBB: Depois de 12 edições, a final dos meus sonhos

27 de março de 2012 0 Por Endrigo Annyston

Quase morri do coração.

Eu estava certo de que Fabiana iria para o paredão com Jonas ou… seria massacrada por Fael – apesar de torcer para que não se repetisse a final do BBB 5, quando Pink foi eliminada no domingo, deixando Grazzy ocupando a segunda posição que era dela.

Mas era quase impossível, teria que ter muita sorte. Depois de duas lideranças, sendo que em uma delas levou dois carros de uma tacada só?

De início, um empate. Depois, um erro. E Jonas disparando na frente.

Perguntas se esgotando, a menina quase tento um troço. As mãos trêmulas.

Mas Fabiana é guerreira, não quer sempre ser a primeira?

A força de vontade somada a muita, muita sorte, fez com que novamente ela fosse líder. Inacreditável.

Depois de doze edições, sendo essa repleta de problemas e críticas, finalmente poderei me sentar em frente ao televisor sabendo que Fael vai levar o prêmio, mas Fabi, sua parceira, vai estar ali, do ladinho.

É uma tremenda estrategista e uma puta jogadora. E pediu perdão com uma frase que fez até Bial concordar:

“É mais fácil analisar os outros que olhar nosso próprio rabo”

Esse não é  melhor Big Brother Brasil, mas, ainda assim, vibrei, torci e, definitivamente, retiro o que disse anteriormente.

A final não vai ser bunda. É do jeito que desejei!