The Big C e um choque emocional mais tenso que o anterior (2X13) [série recomendada]

Num balanço final eu diria que essa temporada foi inferior à primeira. Não digo que tenha sido ruim, mas existe uma base pra comparação, portanto, impossível não ter uma raciocínio desse tipo.

No entanto, depois de um season finale como esse, após a tensão do episódio anterior, não dá pra deixar de registrar o quão real tem sido The Big C.

De um lado o fato de fazer humor com algo tão difícil quanto o câncer, sei lá, tentando nos mostrar a realidade de quem vivencia algo assim e ao mesmo tempo almejando amenizar a dor de alguém, se é que isso seja possível.

Do outro essa difícil realidade e … bem, não sei como, mas nos últimos dois episódios eu não me senti assistindo uma produção televisiva e sim algo real, palpável. Sabe, como se tudo estivesse rolando aqui, a meu lado?

Primeiro a morte de Lee, agora, Cathy tentando vencer uma batalha pelo amigo e, lá no final, quando consegue…

Aqui eu devo dizer que me emocionei quando Marlene e Lee, orgulhosos, se aproximaram dos entes queridos ainda vivos de nossa protagonista.

Mas quando Adam disse que Paul ainda não tinha conseguido chegar…

UAU!

Acho que nunca misturei lágrimas como fiz hoje. As de emoção, alegria por Cathy estavam ali quando, inesperadamente, chegaram as que vieram pela morte de Paul.

Se tinha algo em The Big C que ninguém esperava era Cathy, de repente, sair enterrando todo mundo, não?

#tenso

Mas não acredito que Paul realmente tenha morrido. Sabe aquelas experiências em que as pessoas dizem sair do corpo quando estão em coma e coisa e tal? Acho que pode ter rolado algo assim, afinal, sobrou quem para um terceiro ano? Daqui a pouco uma nova temporada vai ter que rolar no além, TBC é tipo um TODOS MORRE.

E por provocar diversas emoções ao mesmo tempo, por ser uma lição de vida, amor e luta ferrenha contra uma doença tão triste é que The Big C também é uma [série recomendada]

Pra finalizar, uma frase filosófica de Sean:

“Quando você solta um super peido, e você acha que cagou nas calças, você olha e não cagou. Isso é muito bom!”



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *