The Big C: Nunca vi algo assim na minha vida (2X12)

27 de setembro de 2011 0 Por Endrigo Annyston

Como disse no post anterior dei uma boa desanimada com The Big C.

Não vou dizer que me animei, mas a verdade é que esse décimo segundo episódio foi superior aos anteriores. E teve algo marcante.

Aliás, não sei o que os redatores pensam da vida. A gente se apegou com a Marlene e ela se suicidou, agora foi a vez da morte de Lee, alma gêmea da Cathy.

E foi esse ponto que me tocou: já tinha visto diversos tipos de mortes em séries, filmes e novelas, mas alguém com câncer terminal apagando a olhos vistos, foi a primeira vez. E isso no quesito perfeição.

Posso falar sobre isso porque já vi um tio morrendo do mesmo jeito, apagando aos poucos.

Foi tudo tão real, tão intenso, que me surpreendi por não ter chorado, mas a verdade é que sequer conseguia piscar.

E mesmo nos últimos momentos de vida Lee continuou tão espirituoso quando no primeiro momento em que apareceu em cena, sendo “atropelado”. Esse personagem vai fazer falta, colocava Cathy pra cima. E a gente.

Também extremamente real, sincero e duro o depoimento de nossa heroína aos alunos, médicos sem sentimentos. Bela lavada.

E Andréa? Não é que o rapazinho estava apenas interessado num visto e ainda por cima parece que vai encrencar a vida de Paul?

Sean também voltou, ou seja, num balanço, esse episódio foi muito rico e com diversos acontecimentos.

O que será que vem para o season finale?