Candidatos dão espetáculo no Jovens Talentos

18 de outubro de 2010 0 Por Endrigo Annyston

Quem preferiu acompanhar o SBT  sábado passado  conferiu uma grata surpresa. A grande final dos Jovens Talentos concedeu a maior audiência da recente história Programa Raul Gil em sua nova emissora. Os candidatos com idades entre 12 e 16 anos cantaram todos os gêneros musicais em apresentações recheadas de emoção e talento.

Foi impossível não associar as apresentações ao principal fenômeno adolescente do momento, Glee. As voltas com informações sobre a adaptação brasileira de “Rebelde” idealizada pela Rede Record, a dúvida que fica é se a produção do SBT realmente se deu conta da parcela de talento descoberta no quadro.

Descontando a pouca experiência e a dose extra de nervosismo pela participação em uma final de tamanha proporção, alguns dos candidatos estão aptos ao mercado musical ou mesmo a carreira artística. A vencedora Brenda dos Santos é a prova disto.

Com trabalho reduzido e com talento de sobra, o SBT poderia facilmente bater de frente com produções juvenis seja de Globo ou Record. Tentando não buscar soluções simples na briga pelo ibope com a exibição de tantos enlatados em sua grade de programação, o canal de Silvio Santos poderia se dar ao luxo de apostar mais em si mesmo.

Por mais que o gramado do vizinho seja sempre mais verde e, ultimamente, mais visto, o SBT ainda conta com público fiel em seus programas mais tradicionais. As revelações do Jovens Talentos não devem ser esquecidas pelo SBT e muito menos deixadas apenas no competitivo mercado musical. Investimento e criatividade podem elevar a audiência do canal e a carreira dos participantes.

Não seria apenas uma cópia de Glee, High School Music ou paliativo para a concorrência do remake de Rebelde, mas, pode ser nicho a ser explorado e conquistado pelo SBT em um período critico para atrações juvenis. O mais complicado, encontrar e escalar os jovens participantes, já estaria resolvido. Basta ao SBT a coragem de vôos mais longínquos e originais em busca do prestigio perdido.

*da estudante de jornalismo, Cristina Possamai