Carrossel, um reencontro do SBT com a teledramaturgia infanto-juvenil

12 de novembro de 2012 0 Por Endrigo Annyston

Nunca duvidei do sucesso de Carrossel, já que para quem acompanha a história do SBT  é sabido que a emissora é a única que exibiu várias novelas infanto-juvenis. Tudo começou na década de oitenta com um grande sucesso chamado Chispita, estrela por Lúcero, que hoje é uma das atrizes mais importantes da Televisa, a principal emissora do México. A novela fez tanto sucesso que foi exageradamente reprisada sete vezes. Depois na década de noventa a emissora começou com chave de ouro exibindo o grande sucesso Carrossel, que para quem não sabe primeiro foi oferecido para a Globo, que recusou. Se soubesse a dor de cabeça que a novelinha iria causar teria comprado nem que fosse para exibir de manhã.

Carrossel nessa época foi um fenômeno, mas o SBT exibiu com grande sucesso Vovô e eu, depois veio Chiquititas, produzida nos estúdios da Telefé na Argentina e que a cada fim de temporada era substituída por novelas infantis curtas da Televisa como: O diário de Daniela, Gotinha de amor e Luz Clarita, que é o remake de Chispita. Todas com mais de dois dígitos de audiência.

Nos anos 2000 a emissora continuou exibindo várias novelas infantis e juvenis com sucesso de audiência como: Maria Belém, Cúmplices de um resgate, Carinha de Anjo, Alegrifes e Rabujos, Poucas, poucas, pulgas, remake de Vovô e eu, dentre outros sucessos. Todas essas novelas chegaram a dar mais de dez pontos de audiência.
 
Tudo o que foi escrito acima demonstra que o SBT sempre teve uma ligação forte com o público infanto-juvenil, isso por que tratamos aqui só de novelas, se incluirmos séries, programas, desenhos, a ligação é ainda maior, mas voltando a Carrossel, o sucesso da novela não é obra do acaso ou mera sorte da emissora de Silvio Santos, mas sim um reencontro com o público infanto-juvenil que não tinha opções de teledramaturgia no horário nobre. Além de ser também um prato cheio para os adultos saudosistas.

O SBT usou sabiamente Corações Feridos para esquentar o horário, lançou Carrossel em seguida e a trama vem se mantendo, merecidamente, acima dos dez pontos. Em maio ou junho de 2013 estreará Chiquititas, ou seja, o sucesso Carrossel terá um fim ou uma pausa antes da segunda temporada, se houver. Isso é muito saudável e mostra que a emissora está com os pés no chão. Muitos embarcaram no Carrossel e dão sinal de que desembarcarão só no fim, mesmo assim para adentrar em um certo orfanato chamado Raio de luz.  Fico por aqui, um abraço e até a próxima.


* Gilmar Moraes