Cena Awards: Trofèu Raul Cortez & Yara Cortes

Trofèu Raul Cortez e Yara Cortes: Laura Cardoso e Elias Gleizer

Com esse troféu o Cena Aberta presta homenagem a dois monstros sagrados que já nos deixaram e também a outros dois que estão na ativa e nos fazendo vibrar com uma atuação irrepreensível.

É com grande alegria que neste ano anuncio a vitória da querida, amada e idolatrada salve salve Laura Cardoso. Laksmi foi um presente para a atriz e para os telespectadores. Are babadíssimo!

Ainda em Caminho das Índias, outra tremenda surpresa foi o ator Elias Gleizer, que teve um papel a sua altura.

Dois atores cujo talento a gente não discute, apenas aplaude. Em pé.

4 thoughts on “Cena Awards: Trofèu Raul Cortez & Yara Cortes

  1. Boris casoy e sua aula de como estragar um jornalismo, já pode entrar para os micos de 2009/10.

    O que vi como telespectador foi uma aula de pré-conceito, com funcionários tão importante como qualquer outro, os garis

    As vezes me pergunto uma metrópole tão rica como são Paulo, com gente formada, capacitada e mesmo assim ignorante (sem generalizar), que continua desperdiçando água,luz, poluindo as ruas, jogando lixo pois e quem diria que a elite dominante tão educada e “cidadã” é uma das que mais joga lixo dos seus carros nas ruas, nas vias ou nas passeadas pela cidade, o centro da cidade é um lixo, a maior avenida da cidade e mais rica, tem La suas sujeiras “Chiques”

    Pois é as vezes me pergunto o que seria da cidade, se não fosse o trabalho dos garis, coletores, para melhorar o paisagismo ou ate mesmo manter a cidade limpa, seria um caos causado por pessoas de todas classes sociais e incluídas nos mais altos níveis da hierarquia trabalhista

    Sr. Boris casoy, as suas desculpas podem ter sido aceitas por muitos, mas por mim não foi, é deplorável ver que um jornalista ainda faça piadas preconceituosas por se achar de uma classe hierárquica superior

    Deu uma aula de como estragar um jornalismo em ascensão como o da Band, que pelo menos para mim quando tiver o senhor na bancada deixarei de assistir

    Espero que os profissionais da limpeza na bandeirantes, não sejam destratados pelo SR também por a sua sujeira “superior” quem limpa são eles

    Respeite e será respeitado

  2. Muito justo, justíssimo. Acho que temos excelentes talentos da dita, terceira idade, dando verdadeiros shows de interpretação. Eu votei no Mauro Mendonça que fez um excelente trabalho em Paraíso, mas fiquei em dúvida quando a Lima Duarte que esteve muito bem em Caminho das Índias. Mas concordo com os vencedores, sou fã dos dois, acho mais do que merecido.

  3. Até com um personagem chato, que só reclamava e mandava aquelas meninas robôs dançarem LAURA conseguiu destaque.
    Sempre gostei do Elias Gleiser, mas ele sempre recebia os mesmos papeis, ou padre ou tiozinho maluco. Desta vez Glória Perez deu um presente ao ator, que pode mostrar que pode muito mais do que realizar casamentos na ficção.
    Porém Gloria Perez cometeu um crime nesta novela, escalou e ignorou totalmente o talento de Paulo José.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *