Cena de Novela: Como tudo começou

Olá Sou Gilmar Júnio Moraes, o Gilmar JM, ali do cantinho da disciplina. O Endrigo me convidou e eu topei falar sobre novelas em uma coluna informal e mais pessoal do que técnica. Começarei hoje a falar sobre como tudo começou.

Novela vem de novelo, ou seja, algo que vai se desenrolando até chegar ao fim. Assim são as nossas novelas. A história vai se desenvolvendo aos poucos até chegar ao seu derradeiro final. Mas toda regra tem suas exceções já que há algumas novelas que parecem que são escritas por velhinhas bem ruins de visão que ao invés de desenrolarem o novelo o enrolam e  ainda embolam a linha toda.

No Brasil o estilo chegou no século XIX com os romances que eram publicados nos jornais fragmentados. A cada edição do jornal um pedaço da história, o famoso folhetim. Depois vieram as novelas de rádio  que no Brasil começaram na década de quarenta. A primeira foi Em busca da felicidade, transmitida pela rádio Nacional do Rio de Janeiro. Muitas radionovelas eram adaptações de sucessos internacionais e uma das mais famosas do rádio e também da TV foi O direito de nascer do cubano Félix Gaignet que no rádio durou uns três anos, tanto que foi apelidada carinhosamente de O direito de encher.

Na TV brasileira a novela é o principal pilar da líder Globo e é de grande importância para Record e SBT, essa última mesmo quando não exibe uma nacional tem sempre a tira colo uma trama mexicana, colombiana, argentina, nunca ficou sem novelas. É um produto caro, difícil de fazer, mas ao mesmo tempo traz prestígio, audiência e renda para as emissoras. E que ainda têm muitos anos de vida e muitos fãs que as acompanham fielmente dia a dia.

Para terminar: a primeira telenovela exibida no Brasil pela TV Tupi entre 1951 e 1952 duas vezes por semana foi: Sua vida me pertence de Walter Forster, Já na TV Excelsior  no ano de 1963 estreou a primeira novela diária: 2-5499 ocupado do argentino Alberto Migre, que começou sendo exibida três vezes por semana e depois passou a ser diária.

Na década de noventa a Record através da produtora JPO fez o remake dessa trama com o nome: Louca Paixão estrelada por Maurício Matar e Karina Barun.  Com uma ajudinha básica da Wikipédia termino por aqui, um abraço e até a próxima.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *