Cobertura “Rio contra o crime”

Moro em Niterói, região metropolitana do Rio de Janeiro, e nos últimos dias estamos vivendo nesse estado de atenção. Pelo menos pra mim em especial está mais calmo, meu carro e de nenhum conhecido meu foi queimado, muito menos algum conhecido foi atingindo por bala perdida. Claro, estamos um pouco distantes do centro dos acontecimentos que é a Vila Cruzeiro e o Complexo do Alemão, mas nossa cidade é vizinha e sempre serviu de refúgio para traficantes que tiveram que sair de seus domínios por causa das instalações das UPPs.

Aqui em Niterói e São Gonçalo também tivemos alguns ataques com carros queimados e bastantes boatos infundados gerados por gente ignorante e desinformada, como o último em que diziam que 600 marginais explodiriam a Ponte Rio-Niterói e Barcas… Quem deixa que seus ouvidos sirvam como pinicos é uma grande chance.

Mas esse texto é para tentar explicar aos que moram fora do estado o que realmente vem ocorrendo, lógico há medo, mas não esse desespero todo como se vem alardeando. Estamos vivendo um momento ao qual sempre sonhamos, sempre, desde que me entendo por gente, ouço meus pais e pessoas mais velhas falando “põe o exército nas ruas que essa palhaçada vai acabar” e enfim chegou a hora. Acho que todos que moram aqui estão orgulhosos, precisamos passar pelo que está acontecendo porque todos os governos anteriores se mantiveram reféns e nenhum deles teve a ousadia que o governo Sério Cabral vem tendo durante esses 4 anos.

Me orgulho de ter reeleito essa pessoa, pode ter cometido alguns erros, mas como todos nós é humano. Em São Gonçalo se instalou a máfia das vans, pessoas eram mortas por lá na época do governo “garotinho”. Sérgio Cabral teve a coragem de acabar com as vans de transporte irregular, aproveitando a situação, esse pessoal da antiga máfia vem colocando fogo em ônibus por lá. Quem não está a par dessas informações começam a espalhar opiniões e besteiras infundadas.

Quero através de esse texto parabenizar a Globo Rio pela cobertura, com imagens exclusivas, informações importantes a todo o momento, vários repórteres correndo atrás de novas informações. Consigo nítidamente ver a diferença entre a Globo e Record, vou ser criticado pelos fãs dessa emissora por isso, mas é ridícula a cobertura dada aos fatos pela Record. Todas as informações que conseguem e imagens ficam em looping de 5 em 5 minutos durante seus programas e telejornais, hoje pela manhã estava assistindo ao Hoje em Dia, e o próprio apresentador Celso Zucatelli, faz caras e bocas durante a transmissão querendo forçar a imagem de “hiper-preocupação” ou surpresa com fatos irrelevantes para que uma programação seja interrompida, como fizeram várias vezes durante uma entrevista, pararam a entrevista para mostrar uma van, um avião e informar coisas que já estão pra lá de batidas.

Os repórteres falam coisas óbvias e digo mais idiotas e os apresentadores fazem um drama tão grande que poderiam ser aproveitados na teledramaturgia da emissora, bons atores sendo desperdiçados.

Diferente do que falam não acho que a Globo esteja fazendo uma cobertura da desgraça, porque só se for desgraça do tráfico. E essa cobertura pra quem é daqui se faz mais do que necessária, nesse momento essas informações são obviamente mais importantes que a TV Globinho, Globo Esporte, Vídeo Show, Vale a Pena Ver de Novo, Malhação, TV Xuxa, Estrelas e Sessão de Sábado. Tô com a cobertura da Globo e não abro, fico bem longe da Record e sua cobertura carnavalesca e dramatizada.

* do internauta Ricardo Ferrarez



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *