Como é a vida sem o #BBB?

Hoje acessando a internet tive duas surpresas: a primeira foi que Maurício voltou ao programa. Então de novo deixaram Ariadna de fora?
O povo que vota no BBB é estranho, na maioria das vezes. E acho também, aliás, que tipo… que porra é essa de trazer de volta quem já foi eliminado?
A segunda: eu jurava que o tal Rodrigão era uma pessoa e na verdade quem eu achava ser Rodrigão era o Cristiano. Oi? rs

Em resumo, não sei de absolutamente nada e nem é por falta de, sei lá, de repente dar uma espiadinha, afinal depois da novela geralmente por preguiça a TV ainda fica um tempo sintonizada na Globo. Mas sabe o que é nem olhar o que está acontecendo?

A única vez que fiz isso foi quando fiquei estarrecido com a eliminação desse Maurício e o outro, Diego, Diogo, o agarrou, ou vice e versa.

Também não vejo pessoas falando sobre o Big Brother, não na mesma intensidade de outros anos – e não estou falando do Twitter.

E é estranho, sabia? Estranho no sentido de que eu jurava que iria sentir falta.

Devo concluir que o BBB não é uma droga assim tão poderosa a ponto de me deixar piradão por sua falta.

Pois é, existe vida longe do programa do super, hiper, ultra, mega diretor Boninho. E é bem normal, viu?



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *