Comparação: Passione não é A Favorita

Estava twitando com o Endrigo a respeito de “A Favorita” dizendo que comecei a rever os capítulos, afinal, precisava mesmo saber como que em 56 capítulos o publico tinha duvidas sobre quem matou Marcelo se foi a Donatella ou a Flora. Fato é que eu comecei sabendo que a Flora era a vilã e percebi os detalhes das cenas, coisas que você olha e depois esquece e que desde o começo você poderia saber que a Flora seria a culpada.

O enredo de JEC fazia com que subconscientemente para aqueles que realmente apreciam isso em novelas desvendasse a trama junto com o autor, diferente do que estou vendo em Passione. Logo no começo você ficava na duvida se a Donatella era culpada, afinal, será que não foi crime passional? Porque ela não tinha uma boa educação, não sabia se portar era uma dondoca que queria aparecer. Só que eu pelo menos percebi que a Donatella era uma pessoa que tinha perdido o filho, criou a filha de outra, e tem uma carência enorme.

A raiva de Irene pela Donatella se dá pelo fato que ela nunca foi com a cara dela e que preferia meninas Loirinhas de olhos claros feito um anjo. Tem horas que chega a me irritar a Irene, enfim e a Flora desde que ela conseguia dinheiro ela comprava vestidos na Oscar Freire ( nada contra quem saiu da prisão, mas se você foi mesmo injustiçada vai querer sair torrando o pouco de dinheiro?) deixou de ir de ônibus uma vez e pegava táxi, mascava chiclete, e do nada deu 100 reais pra um motoqueiro livrar ela dos rastreadores da Donatella.

No fim foi provado que a Flora era vilã, o que decepcionou muita gente que apostava nela, sim para aqueles que iam pelo rostinho bonito a espera de 56 capítulos pode ter decepcionado muitos, mas não quem realmente gosta de um suspense a cada capitulo.

Fazendo um gancho com Passione eu vi um tempo atrás que a Mariana Ximenes se espelhava muito na Flora, o problema não é esse e sim o autor: não adianta ela copiar o jeito da Flora até porque a Flora era uma psicopata, a Flora sabia falar o que a Dona Irene queria ouvir, o que o Silverinha gostava e a Clara é uma menina frustrada e o Silvio de Abreu não é JEC: então, voltando a ser boazinha arrependida, depois mostrar a que veio e voltar a ser ruim… isso não engana quem gosta de novela, afinal, tem gente que percebe os detalhes, gosta dos ganchos de uma cena e outra.

Eu tinha dado milhares de chances para Passione que tem atuações sofríveis das quais eu poderia enumerar. Silvio realmente surpreendeu no mal sentido, porque se a Clara era ruim ele poderia ter colocado uma “pulga atrás de nossa orelha” e não nos espantado.

Seria a mesma coisa descobrir no final que quem matou todo mundo foi a Bete Gouveia que incorporou a Bia Falcão…

* do internauta Orlando Martins



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *