Copa Hotel: Fred chega ao Copa Hotel (1×01)

Com um piloto competente e um elenco agradável a série só peca em focar mais no drama e deixar a comédia um pouco de lado com os diálogos que acabam soando mais vazios do que críticos a sociedade atual, e a realidade do Rio, foco de diversos acontecimentos que o coloca como destaque global.

Por um lado pode ter sido a melhor coisa deixar o drama do carioca redescobrindo o Rio e a nostalgia para este episódio, podendo focar mais na aventura do mesmo e os conflitos com os outros herdeiros e hóspedes para o próximo episódio. Aqui fizeram um desenvolvimento completamente amigável de Fred (Miguel Thiré), mesmo que ele pareça mais aborrecido com a situação, do que saudoso de seu pai.

A apresentação do tal Copa Hotel foi superficial, mas em um primeiro episódio deixaram no ar a deliciosa sensação de que aquele clima pode render muita coisa. E aqui rendeu uma linda e interessante mulher e a primeira brochada que o nosso protagonista acaba tendo com a mesma.

Precisando de mais espaço para desenvolver sua trama, “Copa Hotel” promete um bom drama cômico, no melhor estilo HBO e Showtime, mas para ir mais afundo só com o restante da obra.

Agora é esperar o desenvolvimento dos outros atores, uma vez que Maria Ribeiro apenas fez uma ponta como a médica que cuidou do pai falecido e Fernanda Nobre nem apareceu em cena, mas tivemos de respaldo a presença de Zezé Motta, Hélio Ribeiro, Paulo Verlings, Felipe Rocha, Natasha Stransky, Luis Lobianco.

“Copa Hotel” tem assinatura da Pródigo Films, de “(fdp)”, e coloca GNT como um boa opção de dramaturgia nacional ao desenvolverem um produto bem dirigido e produzido, mesmo que o roteiro entregue um piloto um pouco superficial, mas com uma trama que pode conquistar e que foge completamente do foco feminino que o canal tem.

Danilo Artimos
Episódios Comentados
– @DanArtimos
– @EpiComTV

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *