A Cor Púrpura é um filme de amor, dor e superação. Lindo!

Comentei que iria assistir A Cor Púrpura, filme que contou com a participação de Oprah Winfrey ainda em início de carreira.

Gente, eu tipo achei que nossa, como ela está bem hoje em dia. Parece que tipo ela tá jovem e estava velha naquele tempo. Sabe uma coisa meio Benjamin, aquele filme do Brad Pitt? Gostei da atuação dela, mas não achei que foi merecedora da indicação ao Oscar.

Em compensação… o que era Woopy Goldberg? Essa sim merecia diversas estatuetas.

Confesso que não me recordo de já ter assistido Woopy em um drama. Quando penso na atriz logo vem em mente Ghost e Mudança de Hábito e até acredito que isso sempre limitou a visão que tenho da atriz.

Culpa dela? Não, admito que sou uma pessoa de comédias. Ou seja, era coisa minha.

Tive uma grata e feliz surpresa.

É um filme que realmente toca lá no fundo de nossa alma. A personagem de Woopy aceitava todas as tragédias de sua vida passivamente e era tão fraca que não conseguia sequer compartilhar um sorriso.

O reencontro das irmãs foi emocionante assim como o grito de liberdade, algo que parecia que nunca iria acontecer.

No final das contas, vi a produção por conta de Oprah e fiquei muito satisfeito com o que vi.

É um drama, é forte, mas é uma lição de vida que vale conferir!

* Clique e saiba mais sobre A Cor Púrpura

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *