Criança Esperança é o show da hipocrisia

15 de agosto de 2010 0 Por Endrigo Annyston
Falei que não ia assistir, mas é irresistível. Como falar mal depois?
Além disso, precisava conferir se eu estava certo ao dizer que seria uma grande porcaria, um show aquém do que víamos anos atrás quando esperávamos ansiosos pelo projeto. Era um acontecimento!
Acho que essa imagem do grande mico de Sandra Annemberg me dá a certeza de que sim, eu estava certo.
A ideia, imagino, é fazer algo bonito como o Hoje é Dia de Maria. Mas vem aquela história que eu sempre repito: é preciso um bom texto, uma boa direção e um elenco que faça dessa ideia algo real e não bobo.
E a sensação foi essa: a de que estávamos assistindo a uma grande bobeira, não passou verdade.
O show precisa voltar a ser popular. Do jeito que está é um convite para dormir em frente ao televisor.
Ah, e o motivo da hipocrisia? Os artistas são proibidos de cantar seus sucessos e surge o “grande” – literalmente – Léo Santana cantando o Rebolation? Ah Claudia, senta lá!