Curioso observar que, mesmo regredindo, só o SBT segue investindo

15 de março de 2013 9 Por Endrigo Annyston

Descontando a TV Cultura que a cada nova gestão está mais descaracterizada, e é uma TV pública, o SBT é a única emissora investindo em formatos infantis. Após um período apenas com o Bom Dia & Cia, o canal descobriu um novo filão com Patati e Patatá. Audiência estabilizada e uma grana interessante com licenciamentos.

Vieram com o Feriadão SBT, reunindo toda a trupe infantil, resgatando o Bozo e algumas brincadeiras do passado. Deu certo, abolir a programação habitual em dias festivos foi uma ideia inclusive copiada.

Com receio, estrearam o remake de Carrossel e o barulho foi muito além do esperado. Sucesso absoluto que garantiu a sobrevida das crianças em frente ao televisor com Chiquititas.

Também com os pés no chão ensaiaram o retorno do Bozo, primeiramente dividindo espaço com Priscila. Depois de um período de testes, essa figura que fez um tremendo sucesso nos anos 80 e 90 está de volta com o programa que o consagrou, ao lado da boa e velha turma, com novos intérpretes.

Falar  que o SBT vive de passado é chover no molhado, ainda mais quando ficou claro que existe um público saudosista que tem garantido a audiência das novelas da tarde na emissora e no canal pago Viva. Se está dando certo, porque não investir?

Investimento, aliás, que vai na contra mão de todas as outras emissoras que abandonaram as crianças e não enxergaram o potencial dessa turminha, que também gosta de TV. Insistindo nesse público, o SBT está formando seus futuros telespectadores.

Por muito tempo se falou que os formatos infantis já não funcionavam mais. Bobo de quem desistiu sem lutar.

Segunda, aliás, tem novidade no Bom Dia & Cia: duas crianças de Carrossel assumem o comando. Não é que ainda tem quem pense no SBT? Shows com a turminha da novela, elenco sendo aproveitado para não perder para a concorrência….
Aleluia!!!