Danilo Gentili cresce e diverte em AGORA É TARDE

Danilo Gentili cresce e diverte em AGORA É TARDE

10 de setembro de 2013 28 Por Endrigo Annyston

No ar há dois anos, o Agora É Tarde se consolidou como um dos melhores talk shows da televisão brasileira. A atração de Danilo Gentili soube beber da fonte americana dos late shows, que também inspirou Jô Soares e seu Programa do Jô, mas imprimindo-lhe sua personalidade, garantindo um diferencial que trouxe frescor ao formato. Agora É Tarde acerta ao ir além das entrevistas da noite, apresentando quadros de humor interessantes e inteligentes.

Mas o grande acerto da atração de fim de noite da Band é o trato de Danilo Gentili com seus convidados. Se lembrarmos que, antes da estreia, havia o temor de não se conseguir bons entrevistados porque as pessoas não estariam dispostas a serem “humilhadas” pelo anfitrião diante das câmeras, agora já percebemos que se tratava de um temor infundado. Na verdade, aconteceu justamente o contrário: Gentili é um dos melhores anfitriões da televisão brasileira.

Pense nos mais diferentes apresentadores da televisão aberta brasileira e tente responder: quantos deixam seus convidados à vontade para falar o que bem quiserem? Jô Soares, Ana Maria Braga, Ratinho e, principalmente, Fausto Silva, têm lá suas qualidades, mas adoram interromper seu entrevistado justamente quando a conversa começa a render. E quando estes recebem convidados para falar de assuntos que não conhecem? Vira um festival de perguntas absurdas que acaba irritando o espectador.

No Agora É Tarde, isso não acontece. Danilo Gentili usa seu bom humor de forma a desarmar seu entrevistado. Assim, o convidado fica à vontade e entra na brincadeira. A conversa flui e o convidado diz o que bem entende. Mesmo quando se trata de um entrevistado sem maiores atrativos, a forma como a conversa é conduzida garante o show.

Mas a coisa fica ainda melhor quando o convidado faz parte do universo dominante de Danilo Gentili. Aí, o apresentador se diverte em cena, mais até que o espectador, que, por sua vez, não fica indiferente do outro lado da telinha. Um bom exemplo que ilustra tal fato é o programa exibido na última sexta, 6, no qual Gentili recebeu o ator Jason David Frank. Trata-se nada menos que o intérprete de Tommy, o mais popular personagem da interminável série Power Rangers, que completa 20 anos em 2013.

Danilo não se mostrou como um estudioso, que fez a lição de casa para dominar a pauta do dia. Ele se comportou como um verdadeiro fã, completamente em êxtase por ter à sua frente o lendário ranger verde da primeiríssima temporada da série. Por isso mesmo, seu conhecimento era legítimo, e sua conversa foi praticamente um papo de fã e ídolo. Quem estava em casa e, assim como Danilo Gentili, assistia Power Rangers lá nos meados dos anos 1990, embarcou na brincadeira e, numa mistura de nostalgia e emoção, se divertiu horrores com o encontro. Para deleite desta jovem plateia saudosa, o momento ainda rendeu cenas como o próprio Danilo com um capacete verde idêntico ao usado pelo guerreiro do Dragonzord na série, ou ainda Jason encarnando Tommy novamente, enfrentando monstros toscos no palco, com aquela luta coreografada tão famosa.

O papo fica ainda mais saboroso se considerarmos que, recentemente, a própria Band reprisou as primeiras temporadas de Power Rangers. Assim, até mesmo quem não via a série no passado, quando a Globo a exibia dentro da TV Colosso, teve a oportunidade de ver Tommy em seu colant verde (o primeiro dos vários uniformes que o personagem usou durante a série, tendo em vista que Tommy foi o ranger que mais tempo permaneceu). Diferentes gerações de fãs de Power Rangers foram contemplados no bate-papo. No mesmo programa, Danilo recebeu os meninos do Piadas Nerds, um grupo de nerds (claro!) que faz piadas lotadas de referências ao universo nerd. Mais uma vez, Gentili ficou à vontade ao tratar de um assunto que claramente o diverte.

Agora É Tarde também rendeu quando recebeu Mauricio de Sousa, que comemorava os 50 anos da Mônica. Fã declarado da Turma da Mônica, Danilo Gentili fez perguntas que nenhum outro entrevistador faria. Além disso, se comportou como um moleque travesso quando teve a oportunidade de provocar a própria Mônica. E vibrou com verdade quando Mauricio lhe mostrou uma de suas novas apostas no segmento, as Graphics Novels no qual outros cartunistas fazem releituras de seus personagens. Conhecedor de HQs (Danilo também é cartunista), o apresentador deleitou-se com a novidade. E quando Danilo recebeu Edgar Vivar, o seu Barriga, ou Carlos Villagrán, o Kiko, personagens de Chaves? Muita palhaçada e muita emoção rolaram naquele palco.

Estes são apenas alguns exemplos que retratam as diversas qualidades de Agora É Tarde, o grande acerto da Band dos últimos anos. Se, na teoria, a atração parece uma cópia de Jô Soares, na prática é um produto de personalidade única, fato raro na atual TV pasteurizada brasileira. Vida longa e próspera ao Agora É Tarde!

Por André San


Blog: www.tele-visao.zip.net


E-mail: [email protected]


Twitter: @AndreSanBlog