De minha parte, Oscar 2013 é das animações

23 de fevereiro de 2013 0 Por Endrigo Annyston

Não sou a melhor pessoa para julgar as indicações ao Oscar 2013. Diferente de 2012, não fiz maratona, não assisti todos os longas.

Acredito que uma avaliação mais precisa necessita desse requisito. Como julgar o todo e ter capacidade de eleger o melhor sem conhecimento de causa?

Dos indicados a melhor filme assisti Indomável Sonhadora, Lincoln, Django Livre e O Lado Bom da Vida.

Até tentei assistir aos demais, mas não conseguiram me prender.

Dos quatro que vi, adorei Django e O Lado Bom da Vida, especialmente o primeiro. Show de Jammie Fox e cia!

Divertido, inspirado, cheio de boas situações. Algumas até tensas, tipo o escravo devorado por cachorros.

Já “O Lado” apresenta uma comédia romântica com uma pegada um pouco diferente do habitual. Gostei. Mas não tanto quanto Django.

Portanto, dentre os concorrentes a filme do ano, Django é meu preferido, apesar de achar que o resultado será bem óbvio. Acredito que Linconl leve, e eu achei esse filme tão zzZZzzzZZZ

Enquanto isso… diferente de 2012, acredito que as animações são todas merecedoras do Oscar.

Quer dizer, todas menos ParaNorman.

Valente, Frankweenie e Detona Ralph tem o selo Disney, e isso já conta muito.

Os estúdios Disney tem por hábito passar mensagens através de suas animações. Divertem enquanto educam as crianças – e adultos.

Dos três, fico com Valente. Mas, se ainda estiverem na vibe O Artista, Frankenweenie, animação em preto e branco, tem chances de levar a estatueta.

Porém, contudo e todavia, Piratas Pirados também é adorável e usa um recurso que há muito tempo eu não via: técnica manual em stop-motion.

Eu não faço a menor ideia do quão trabalhoso deve ser esse tipo de filme. Por isso, somando o fato de a história ser bacaninha, divertida, por ter Hugh Grant e Salma Hayek emprestando suas vozes e… por todo o trabalho gerado para realizar o longa, meu voto fica com Piratas Pirados!

E, neste ano, realmente, as animações chamaram muito mais minha atenção. Acho, portanto, que é um ano fraco para o Oscar.

Mas isso, claro, no meu ponto de vista.

No final das contas, bons ou não, chamando a atenção ou não, domingo todos os olhares estarão voltados aos Academy Awards.

* Clique e confira as opiniões deste espaço sobre os filmes de 2012