Demissões na Record News: começo do fim?

Se as coisas andam ruins para a Rede Record – tipo A Fazenda Verão estreando em alta e perdendo metade no dia seguinte, ou Gugu levando surra da Eliana, etc – a situação está ainda pior para Record News.

Se é que um dia já esteve boa. Quando, em cinco anos, que o canal de notícias de Edir Macedo repercutiu positivamente?

O contrário, no entanto, é bem comum. Seja pelo fato de inserirem coisas da Igreja Universal ou A Fazenda, que em nada tem a ver com a proposta da emissora.

Também, desde sempre, os rumores de que iria fechar as portas. Da última vez tinham dado até data: depois dos jogos Olímpicos, tido como o “vai ou racha”.

Rachou.

Ontem metade dos profissionais foram mandados embora, dizem que vão investir apenas em jornalismo porque é “tendência”.

Isso que dá querer abraçar o mundo a qualquer preço sem construir bases sólidas. Queriam a liderança no sinal aberto, desbancar o G1 e a GloboNews.

O que conseguiram? Viraram piada.



Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *