Depois de Record e MTV, é a vez de a TV Cultura iniciar fase de cortes

A situação está feia para os canais de TV no Brasil. Depois das centenas de demissões na Record e MTV – deve chegar em mil -, além da terceirização da programação que também pode chegar ao SBT, a próxima vítima da crise no setor é a TV Cultura.

Bem verdade que os cortes começaram no início da gestão anterior, mas a chegada do novo presidente da Fundação Padre Anchieta, mantenedora da emissora, deve enxugar gastos da TV pública.

Segundo Daniel Castro, é provável que a Cultura reprise programas da TV paga:

“Nesse primeiro momento, temos de equacionar a situação financeira da televisão. Hoje a gente atravessa um momento muito difícil”.

Mendonça afirma que pretende equalizar as contas mas sem precisar demitir funcionários.

A primeira medida do novo presidente foi retomar o programa Entrelinhas, extinto em 2010.


“Não tem sentido a TV Cultura não ter um programa para incentivar a leitura”

1 comentário em “Depois de Record e MTV, é a vez de a TV Cultura iniciar fase de cortes”

  1. Daqui uns tempos além da globo não ter concorrencia,não vai restar nenhuma emissora p/ se opção.aí vai ficar muito chato assistir tv e o controle remoto vai perder toda a sua utilidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *