Desperate Housewives e o melhor episódio em séculos (8X01)

Ontem, enquanto conferia o season premiere de DH, tive uma sensação interessante: a de que há muito tempo eu não via Desperate Housewives tão próximo do que a série é de verdade.

Isso estava evidente especialmente por conta de Susan, totalmente atrapalhada e desesperada. E Susan é a-t-r-a-p-a-l-h-a-d-a e no ano anterior estava até cozinhando bem.

Oi?

Desde quando ela funciona como dona de casa?

Outro grande momento da produção ocorreu por conta da dobradinha Gaby e Bree: um achado a sequência das duas tentando se livrar do carro e depois sendo obrigadas a lidar com o policial, dizendo que estavam levando o carro para a tia lésbica.

Aí aparece um ladrão e estão salvas.

Ah, ainda teve a mesma Susan, já citada, e a hilária cena do enterro do ratinho. Tipo… fantástico!

A essência de Desperate Housewives estava ali, algo que faltava nos últimos tempos.

É até um alívio ver a última temporada começando assim, dá a oportunidade de a produção fechar esse ciclo com a famosa “chave de ouro”.

Adorei!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *